Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 07 > Ministros defendem entrada do comércio eletrônico na agenda do Mercosul

Notícia

Ministros defendem entrada do comércio eletrônico na agenda do Mercosul

Brasil no Mercosul

Defesa do tema foi realizada na segunda Reunião de Ministros de Indústria, Comércio e Serviços do Mercosul, em Mendonza, na Argentina
por Portal Planalto publicado: 21/07/2017 12h33 última modificação: 21/07/2017 15h26

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, orientou nessa quinta-feira (20) que o comércio eletrônico transfronteiriço passe a integrar a agenda de discussões da programação da 50ª Reunião do Conselho do Mercado Comum do Mercosul, em Mendoza, na Argentina.

A defesa do tema foi realizada na segunda Reunião de Ministros de Indústria, Comércio e Serviços do Mercosul, que reuniu os ministros Marcos Pereira (Brasil), Francisco Cabrera (Argentina), Gustavo Leite (Paraguai) e Guillermo Moncecchi, que representou o governo uruguaio.

O ministro brasileiro frisou que, no País, o comércio além das fronteiras, via Internet, é tema permanentemente acompanhado no Fórum de Competitividade do Varejo, iniciativa liderada pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Para o secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Marcelo Maia, é imprescindível olhar para o natural desenvolvimento do setor. "O comércio on-line é a evolução natural do varejo tradicional no mundo inteiro já há alguns anos", disse.

Fonte: Portal Planalto, com informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços