Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 07 > G20: as maiores economias do mundo unidas por soluções globais; entenda

Notícia

G20: as maiores economias do mundo unidas por soluções globais; entenda

Brasil no G20

Cúpula do grupo se reúne na Alemanha para debater temas importantes como economia e meio ambiente e assuntos relacionados à migração e terrorismo
por Portal Planalto publicado: 06/07/2017 21h05 última modificação: 07/07/2017 10h42
Bundesministerium der FInanzen/Thomas Koehler Grupo, que em 2017 é presidido pela Alemanha, reúne as 20 maiores economias globais

Grupo, que em 2017 é presidido pela Alemanha, reúne as 20 maiores economias globais

Começa nesta sexta-feira (7) a reunião de líderes do G20, grupo formado pelas 20 maiores economias. O encontro, que será realizado em Hamburgo, na Alemanha, deve reconhecer a retomada do crescimento econômico global e debater ferramentas para manter essa expansão em ritmo sustentável.

Formado pelas 20 maiores economias, o G20 foi criado para debater crises de países emergentes durante a segunda metade da década de 1990. Agora, os temas se tornaram mais amplos e abrangem, além da área econômica, assuntos importantes como migração, meio ambiente e resolução de conflitos armados.

Neste encontro de líderes, o grupo irá adotar o Plano de Ação de Hamburgo, que deve abordar medidas para regulação do setor financeiro e colaboração em assuntos tributários, além de sugerir propostas contra a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo.

O grupo também deve renovar o compromisso firmado na Cúpula de Brisbane (2014), de aumentar a participação feminina na força de trabalho em 25% até 2025. O Acordo de Paris sobre Mudança do Clima também estará entre os temas debatidos.

Histórico do G20

A partir de 2008, O G20 ganhou mais destaque. Com a crise que teve como estopim a quebra do banco Lehman Brothers, os países classificados como avançados entenderam que havia a necessidade de maior cooperação internacional para resolver os problemas econômicos. O governo dos Estados Unidos, na época, convidou a Washington os líderes dos países participantes do G20.

Desde então, o grupo assumiu caráter político e transformou-se em uma importante plataforma de coordenação para os países participantes. Em 2017, a presidência do G20 é exercida pela Alemanha.

A presidência alemã promoveu uma agenda de crescimento inclusivo, com iniciativas que visam aumentar a participação das mulheres no mercado de trabalho, promover educação e treinamento para a economia digital e integrar migrantes e refugiados no mercado de trabalho. Além disso, incluiu temas como saúde global e terrorismo, assuntos que não são tradicionais na agenda do G20.

Confira quais são os países integrantes do G20

Fonte: Portal Planalto, com informações do Itamaraty e do G20