Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 06 > Michel Temer embarca para viagem oficial de dois dias à Rússia

Notícia

Michel Temer embarca para viagem oficial de dois dias à Rússia

Brasil na Rússia

Agenda do presidente em Moscou inclui encontro com presidente russo, Vladimir Putin, investidores e autoridades do governo
por Portal Planalto publicado: 19/06/2017 15h34 última modificação: 20/06/2017 15h59

O presidente da República, Michel Temer, embarcou na manhã desta segunda-feira (19) para dois dias de agenda em viagem oficial à Rússia. Com a chegada de Temer a Moscou, prevista para esta terça-feira (20), ocorrerá a primeira visita bilateral de um chefe de Estado brasileiro no país desde 2012.

Entre os temas em debate, estão a assinatura de instrumentos bilaterais em temas como promoção de comércio e investimentos, intercâmbio cultural e consultas políticas.

Reuniões

Nos dois dias na Rússia, Temer terá uma intensa agenda bilateral, que se inicia amanhã, dia 20. Ele primeiro se reunirá com o presidente russo, Vladimir Putin, e com outras autoridades do país, momento em que serão discutidos temas das agendas bilateral e global.

Ainda estão previstos encontros com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev; com os presidentes do Conselho da Federação, Valentina Matvienko; e da Duma de Estado, Vyacheslav Volodin. Em todas as ocasiões, Temer levará a mensagem de que o Brasil está pronto para receber investimentos.

Na terça-feira (20), com investidores russos, falará sobre reformas que modernizam a economia brasileira; marcos regulatórios mais racionais e previsíveis; e sobre oportunidades de negócios decorrentes das políticas econômica e fiscal adotadas pelo governo. Na quarta-feira (21), Michel Temer reúne-se com altas autoridades do Executivo e do Legislativo russos.

Negócios

A visita presidencial deve ampliar e estreitar relações com a Rússia e reduzir burocracias das transações comerciais entre os dois países. No ano passado, a corrente de comércio entre Brasil e Rússia ficou em US$ 4,3 bilhões.

De janeiro a maio de 2017, esse valor já alcançou US$ 2,13 bilhões. Em relação ao mesmo período de 2016, houve crescimento de 40%. A retomada da economia brasileira, assunto do qual Temer vai tratar em todos os encontros bilaterais dos quais participa durante esta semana, é uma das causas desse aumento

Fonte: Portal Planalto