Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 06 > Com safra recorde, governo destina R$ 190 bilhões para agropecuária

Notícia

Com safra recorde, governo destina R$ 190 bilhões para agropecuária

Agronegócio

Plano Agrícola e Pecuário para o biênio 2017/2018 foi lançado em cerimônia no Palácio do Planalto pelo presidente da República, Michel Temer. Volume de recursos é recorde para o setor
por Portal Planalto publicado: 07/06/2017 13h03 última modificação: 08/06/2017 10h59
Foto: Beto Barata/PR "Vocês dão uma injeção de otimismo no nosso País", disse presidente Temer ao setor agropecuário

"Vocês dão uma injeção de otimismo no nosso País", disse presidente Temer ao setor agropecuário

Na esteira da safra recorde e do desempenho da agropecuária no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, o governo federal anunciou nesta quarta-feira (7) a liberação de R$ 190,25 bilhões em crédito rural. Para o presidente da República, Michel Temer, a medida reforça o "compromisso inequívoco” com o setor, principal responsável pela retomada da economia.

A medida faz parte do Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018, que traz o maior volume de recursos para o setor da história, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O valor poderá ser acessado por médios e grandes produtores entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2018. "Nós estamos aqui hoje para reafirmar o nosso compromisso inequívoco com a agropecuária brasileira", afirmou Temer.

Para o presidente da República, o setor é fonte de otimismo para a economia nacional. “Nós já estamos lançando as bases para um 2018 muito mais próspero. O Plano Agrícola e Pecuário é isso, os senhores viram: planejamento. Não há espaço para improvisações”, disse.

Desempenho e tecnologia

No primeiro trimestre do ano, o setor agrícola registrou um crescimento de 13,4%. “Não foi sem razão que alcançamos essa safra recorde. O setor, está dito aqui, cresceu mais de 13% no primeiro trimestre. Em 2016, sua participação em nossas exportações chegou à casa dos 40%. Daí o sentido de prioridade com que nosso governo dedica ao campo.”

Além de contribuir para a retomada da economia, a agropecuária representa inovação, pesquisa e eficiência. Temer lembrou, por exemplo, que o crescimento da produção gera emprego em outras áreas, como a de máquinas agrícolas. “E aí é que gera emprego, crescimento e renda”, disse.

O presidente também reforçou que, além de apoiar a produção do agronegócio e assegurar a abertura de mercados internacionais aos produtos brasileiros, o governo também apoia o desenvolvimento da agricultura familiar, que também receberá R$ 30 bilhões. “Em todas as áreas, o propósito do governo é criar as condições para um Brasil melhor”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto