Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 06 > Em reunião com Temer, instituto apoia reformas para retomada do crescimento

Notícia

Em reunião com Temer, instituto apoia reformas para retomada do crescimento

Recuperação econômica

Representantes do Aço Brasil comemoram resultados positivos da economia brasileira após período de recessão e ressaltam importância de reformas para crescimento do País
por Portal Planalto publicado: 05/06/2017 18h46 última modificação: 06/06/2017 11h15
Foto: Alan Santos/PR Presidente Michel Temer recebe representantes do Instituto Aço Brasil no Palácio do Planalto

Presidente Michel Temer recebe representantes do Instituto Aço Brasil no Palácio do Planalto

Representantes do Aço Brasil, instituto que reúne as empresas brasileiras produtoras de aço, reafirmaram nesta segunda-feira (5) o apoio do setor à política econômica e às reformas conduzidas pelo governo do presidente da República, Michel Temer. Os industriais destacaram a evolução dos indicadores econômicos como evidência de que o País está no rumo certo.

“Nós, neste ano de 2017, temos acompanhado a evolução da política econômica e para nós é importante que ela siga nessa direção. Apoiamos a linha da política econômica do governo”, afirmou o CEO da Usiminas e vice-presidente do Aço Brasil, Sérgio Leite. O empresário ressaltou o resultado positivo no momento em que o País começa a sair de um período de recessão de três anos que afetou fortemente a indústria de transformação e afetou a cadeia produtora do aço.

Na visão de Leite, as reformas trabalhista, tributária e da Previdência são necessárias para a economia do País continuar avançando. “Apoiamos as reformas, que elas sejam aprovadas o mais rápido possível para que possamos caminhar na construção do presente e do futuro do Brasil ”, anotou.

Para o vice-presidente do Aço Brasil, as reformas permitirão ao setor industrial brasileiro voltar a gerar empregos, além de ocupar a capacidade ociosa das empresas. Dessa forma, o mercado interno brasileiro ganhará em dinamismo e a exportação da indústria de transformação brasileira.

Fonte: Portal Planalto