Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 05 > Temer destaca “compromisso com a Constituição” do novo ministro da Justiça

Notícia

Temer destaca “compromisso com a Constituição” do novo ministro da Justiça

Ministério da Justiça

Torquato Jardim, que antes comandava a pasta da Transparência, tomou posse no ministério nesta quarta-feira (31) em cerimônia no Palácio do Planalto
por Portal Planalto publicado: 31/05/2017 17h47 última modificação: 01/06/2017 09h28
Marcos Corrêa/PR Torquato Jardim, além de advogado, também lecionou na Universidade de Brasília (UnB) e foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Torquato Jardim, além de advogado, também lecionou na Universidade de Brasília (UnB) e foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Empossado nesta quarta-feira (31) para comandar o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim é seguidor fiel da Constituição Federal e dono de um perfil técnico, que ajudará a trazer novas ideias para o governo federal. A avaliação é do presidente da República, Michel Temer, que indicou o jurista no domingo para assumir a pasta.

"A sua chegada, Torquato Jardim, ajudará a trazer novas ideias, novas abordagens que aprimorarão ainda mais o trabalho da Pasta", disse Temer. "Com seu perfil técnico, você combina serenidade, firmeza, tem compromisso inequívoco com a Constituição. Você lê a Constituição, não só lê como interpreta", acrescentou.

Antes de ocupar a vaga no Ministério da Justiça e Segurança Pública, Jardim comandava o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União. Com a mudança, o presidente da República ressaltou que a pasta ocupa uma posição central entre as instituições brasileiras.

"O Ministério da Justiça, que dedica-se a um amplo espectro de temas, todos de interesse do direito e da sociedade, da defesa do consumidor à política contra às drogas, (...) da proteção às sociedades indígenas, ao acolhimento de refugiados", disse o presidente. Ele ainda lembrou que a pasta lançou medidas como o Plano Nacional de Segurança para combater a criminalidade.

Espírito cívico

Torquato Jardim, além de advogado, também lecionou na Universidade de Brasília (UnB) e foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por oito anos. Para o presidente, a experiência dele vai contribuir para seu trabalho à frente da pasta. Ele substitui Osmar Serraglio (PMDB-PR), que retomou seu mandato de deputado federal.

No discurso, Temer elogiou o trabalho do ex-ministro. Para o presidente, Serraglio trabalhou com "seriedade e espírito cívico". “Eu aproveito para agradecer a colaboração, que agora continuará a ser dada na Câmara dos Deputados, onde sempre teve uma presença muito significativa, muito expressiva, reconhecida pelos colegas, reconhecida pela imprensa e reconhecida pela sociedade brasileira", finalizou.

Fonte: Portal Planalto