Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 05 > Temer defende aprovação de reformas em entrevista à TV Bandeirantes

Notícia

Temer defende aprovação de reformas em entrevista à TV Bandeirantes

Entrevista

Presidente da República destaca a necessidade de mudar o sistema previdenciário do País. Sem mudanças, programas sociais correm risco
por Portal Planalto publicado: 11/05/2017 20h41 última modificação: 12/05/2017 12h13
portal planalto
Marcos Corrêa/PR Presidente foi entrevistado pelo apresentador José Luiz Datena

Presidente foi entrevistado pelo apresentador José Luiz Datena

Em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, da TV Bandeirantes, o presidente da República, Michel Temer, ressaltou nesta quinta-feira (11) a necessidade de aprovar as reformas trabalhista e da Previdência, ambas em tramitação no Congresso Nacional. Para ele, as propostas vão equilibrar as contas públicas, manter benefícios sociais e gerar empregos.

“Se você não reformar a Previdência já, corre risco. Programas sociais como o Bolsa Família, onde vão bilhões e milhões; corre risco o Minha Casa Minha Vida, que constrói casas para os mais pobres, os vulneráveis; corre risco o Financiamento Estudantil, que é para os estudantes pobres nas universidades. E corre risco logo ali adiante, não é daqui a 10 anos”, disse o presidente.

Temer usou a situação no estado do Rio de Janeiro como exemplo da necessidade da reforma. Durante a entrevista, lembrou de uma foto, publicada na imprensa, mostrando uma senhora pedindo esmola por não receber sua pensão há três meses. “A Previdência do Rio de Janeiro quebrou o estado”, constatou.

Modernização

A Datena, o presidente reforçou o compromisso do governo em gerar empregos e fazer o País deixar definitivamente a crise para trás. Uma dessas medidas é a modernização da legislação trabalhista. “Todos concordamos que nós devemos votar o mais rapidamente a reforma trabalhista, que só traz benefícios para o trabalho, incentiva o emprego”, disse.

Ao ser questionado como deseja que o seu mandato seja lembrado, Temer disse que como alguém que modernizou o País. “Que conseguiu pegar a legislação trabalhista, que é de 1943, e adequá-la aos tempos atuais, e como alguém que conseguiu equilibrar as contas públicas na Previdência Social, garantindo os programas sociais e os empregos dos jovens”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto