Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 05 > Governo libera homens da Força Nacional para apoiar ações no RJ

Notícia

Governo libera homens da Força Nacional para apoiar ações no RJ

Segurança

Pedido de reforço foi solicitado pelo governador fluminense Luiz Fernando Pezão. Segundo ministro da Justiça, mais 100 homens da corporação estarão à disposição do estado
publicado: 03/05/2017 13h16 última modificação: 03/05/2017 14h03

Após os recentes episódios de violência, o governo federal decidiu ampliar o contingente da Força Nacional de Segurança no Rio de Janeiro. Em reunião nesta quarta-feira (3), o presidente da República, Michel Temer, manifestou preocupação aos ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Justiça e Segurança Pública, Osmar Serraglio, sobre a situação vivida pela população fluminense nas últimas semanas.

Em entrevista à imprensa no Palácio do Planalto, o ministro da Justiça e Segurança Pública adiantou que 100 membros da Força Nacional serão enviados para ajudar as polícias locais em ações contra o crime organizado. Eles se unirão aos outros 125 integrantes do grupo que já estão à disposição do Rio de Janeiro.

Segundo Serraglio, o reforço na segurança já foi solicitado pelo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Além dos homens da Força Nacional, também há um pleito para a atuação da Polícia Rodoviária Federal para ajudar a controlar a situação no estado.

“Ainda que a segurança primordialmente afeta aos estados, no caso, o estado do Rio de Janeiro, pelo volume, pela intensidade que acomete a população, e de alguma forma isso se transmite para o País, o presidente solicitou que de alguma maneira nós começássemos estrategicamente a formatar uma atuação mais aprofundada, mais eficaz”, afirmou o ministro.

O secretário nacional de Segurança Pública, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, irá se reunir com autoridades do estado, nesta quinta-feira (4), para definir como se dará a participação do governo federal nas ações de segurança.

Nesta terça-feira (2), dez foram veículos incendiados no Rio de Janeiro e na rodovia BR-040 (Rio-Petrópolis), após o enfrentamento entre duas facções rivais que lutam pelo domínio dos pontos de venda de drogas na Cidade Alta, em Cordovil.

Fonte: Portal Planalto