Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 05 > Bancada federal de São Paulo apoia reformas do governo Temer

Notícia

Bancada federal de São Paulo apoia reformas do governo Temer

Reformas

Deputados participaram de um café da manhã no Palácio da Alvorada. Parlamentares defendem aprovação em plenário das alterações na Previdência Social
por Portal Planalto publicado: 10/05/2017 16h51 última modificação: 10/05/2017 17h00
Foto: Marcos Corrêa/PR "Por isso eu quero mais uma vez cumprimentá-los, agradecer pelo auxílio que o Congresso Nacional está dando", agradeceu Temer

"Por isso eu quero mais uma vez cumprimentá-los, agradecer pelo auxílio que o Congresso Nacional está dando", agradeceu Temer

Integrantes da bancada de deputados federais de São Paulo, durante café da manhã realizado nesta quarta-feira (10) no Palácio da Alvorada, reforçaram o apoio do grupo às reformas apresentadas pelo governo Michel Temer para a recuperação da economia.

Coordenador da bancada paulista, o deputado Luiz Lauro Filho (PSB-SP) destacou que as reformas são necessárias para o País deixar a crise para trás e retomar o crescimento. “A mensagem principal foi essa: ‘Presidente, nas pautas importantes para o governo e para o País, pode contar com a bancada paulista'”, afirmou.

O diálogo constante entre o Poder Executivo e o Legislativo, sempre ressaltado pelo presidente, é apontado pela deputada Renata Abreu (PTN-SP) como uma das razões para os recentes avanços do Brasil: “O presidente sempre tenta dialogar com o Congresso, e é por isso que as coisas acontecem”.

Previdência Social

O principal exemplo da interlocução constante entre governo e Congresso Nacional está na reforma da Previdência. A partir das sugestões apresentadas por deputados federais, o texto recebeu ajustes. Na visão do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, a aprovação na comissão especial mostra a robustez da base aliada na Câmara.

“Agora, temos um texto final, temos um projeto final, que é um projeto novo”, lembrou. “Agora, é um projeto novo, é um projeto da sociedade brasileira, que tem o objetivo de salvar a Previdência, de proteger as pessoas mais pobres, os vulneráveis e combater os privilégios”, defendeu Imbassahy.

Para o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP), a melhoria do texto foi o primeiro passo a ser superado, por meio da discussão: “Nós temos a consciência clara que não há outra alternativa que não a aprovação. O País depende da aprovação para a retomada do desenvolvimento, para a nossa economia voltar a ter credibilidade e para a geração de emprego”.

Fonte: Portal Planalto