Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 04 > No Planalto, Temer defende atuação do governo para melhorar o País

Notícia

No Planalto, Temer defende atuação do governo para melhorar o País

Governo

Presidente da República destaca o papel das instituições na sociedade e a agenda de reformas apresentadas desde o ano passado para atingir a retomada do crescimento
por Portal Planalto publicado: 12/04/2017 13h40 última modificação: 12/04/2017 14h35
Beto Barata/PR Durante solenidade, presidente afirmou que o Brasil avançou muito nos últimos meses

Durante solenidade, presidente afirmou que o Brasil avançou muito nos últimos meses

O presidente da República, Michel Temer, defendeu, nesta quarta-feira (12), a atuação do governo e o respeito ao papel de cada poder para tornar o Brasil um país melhor para todos os brasileiros. Em dois eventos realizados no Palácio do Planalto, Temer disse que as ações tomadas para recuperar a economia mostram a “presença muito ativa do poder Executivo”.

Ao participar da assinatura de uma portaria para agilizar a liberação de remédios no País, Temer lembrou que, em poucos meses, o governo apresentou o teto dos gastos públicos, a reforma do ensino médio – ambos já em vigor  e enviou ao Congresso Nacional a modernização da legislação trabalhista e a reforma da Previdência.

Temer explicou ainda que governar não é um ato isolado, mas uma ação conjunta entre os Poderes Executivo e Legislativo e que cada um precisa cumprir o seu papel. Ele lembrou que, ao mandar uma proposta para o Congresso Nacional, o governo cuida de ouvir os parlamentares, que são os representantes da população. A partir desse diálogo, os projetos são adequados da maneira mais adequada.

Atuação do governo

Mais cedo, na cerimônia da sanção de propostas relacionadas ao direito das mulheres, o presidente ressaltou que cabe ao Judiciário dar a “palavra final” nas divergências ou interpretações equivocadas de matérias legislativas. “Nós não podemos jamais paralisar o governo. Nós temos de dar sequência ao governo, nós temos de dar sequência à atividade legislativa, nós temos de dar sequência à atividade judiciária”, afirmou.

“Avançamos muito e temos de avançar mais, o governo não pode parar. Às vezes, os conceitos mais singelos da administração pública são esquecidos. O Executivo executa, o Legislativo legisla, o Judiciário julga, nada deverá paralisar a ação governamental”, observou. 

Fonte: Portal Planalto