Notícia

Retomada do crescimento

Brics deve investir em projetos nas cidades brasileiras, diz presidente do banco

publicado: 26/04/2017 18h53, última modificação: 26/02/2018 12h28
Em encontro com Temer, presidente do Novo Banco de Desenvolvimento sugere atuação conjunta com outras instituições de fomento de países sul-americanos para desenvolver economias locais
Screen Shot 2017-04-26 at 18.24.46.png

O presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, Kundapur Vaman Kamath, afirmou, nesta quarta-feira (26), que a instituição financeira tem interesse em financiar projetos de desenvolvimento urbano em municípios brasileiros e atuar nos projetos de concessões em infraestrutura. Criada em 2014, a instituição também é conhecida como o Banco do Brics e pela sigla NBD. 

Kamath participou de uma reunião com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto. “Estamos olhando para várias opções no Brasil e uma área específica é o trabalho com prefeituras”, disse o presidente do banco. Em entrevista ao Portal Planalto, ele disse que também participou de reuniões com o ministro da Secretaria de Governo, Moreira Franco, que é responsável pelo projeto Crescer e pelo Programa de Parceria de Investimentos (PPI).

Segundo Kamath, há o interesse do banco em participar da nova onda de investimentos de longo prazo no Brasil, que serão capitaneadas pelos leilões de infraestrutura e de concessões de obras públicas. “Também tratamos sobre o programa de concessões que vem sendo conduzido [pelo governo brasileiro], para verificar como poderíamos participar [desses projetos].”

O presidente do NBD também afirmou que a instituição vem buscando desenvolver parcerias com outros bancos de desenvolvimento regionais, como o Development Bank of Latin America (CAF) e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), para identificar oportunidades de atuação na América do Sul.

Fonte: Portal Planalto