Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 04 > Após entrevista com o presidente, Ratinho defende reformas do governo

Notícia

Após entrevista com o presidente, Ratinho defende reformas do governo

Entrevista

Presidente da República participa do programa de Carlos Roberto Massa, o Ratinho, no SBT. Apresentador destaca efeito das medidas na economia brasileira
por Portal Planalto publicado: 28/04/2017 19h25 última modificação: 03/05/2017 11h20
Marcos Corrêa/PR Ratinho considerou reformas essenciais para retomada do crescimento

Ratinho considerou reformas essenciais para retomada do crescimento

O apresentador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, apontou as reformas apresentadas pelo governo federal como forma de o País se recuperar da crise econômica. Ratinho entrevistou o presidente da República, Michel Temer, para o seu programa no SBT.

Na entrevista ao Programa do Ratinho, Temer defendeu a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista no Congresso Nacional como forma de o Brasil voltar a crescer e gerar empregos. Após conversar com o presidente da República, Ratinho conversou com o Portal Planalto.

Para o apresentador, as propostas apresentadas pelo governo federal põem o País no caminho certo para a retomada do crescimento econômico. "A reforma trabalhista será sentida imediatamente. A reforma da Previdência vai demorar um pouco mais, mas ela vai dar uma confiança externa, quem investe no Brasil vai saber que está mexendo com um governo sério", ponderou.

Sustentabilidade

Diante do déficit de R$ 149 bilhões da Previdência Social registrado em 2016, o governo enviou o projeto de mudanças na idade mínima para a aposentadoria e no tempo mínimo de contribuição para garantir os benefícios no futuro. O apresentador considerou que a reforma é essencial para a sustentabilidade do sistema.

"Se nós não fizermos as reformas, nós não vamos conseguir dar emprego, o País vai se afundar mais, então nós precisamos dessas reformas. Se você não fizer a reforma Previdenciária, daqui a pouco nós não vamos ter condição de aposentar mais ninguém", afirmou.

Para Ratinho, após a implantação das reformas, o cenário econômico será mais positivo. "O Brasil é um país poderoso. Ele se recupera muito rápido, muito fácil, mas você tem de reformar", disse.

Fonte: Portal Planalto