Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 03 > Temer ressalta papel dos pequenos negócios na retomada da economia

Notícia

Temer ressalta papel dos pequenos negócios na retomada da economia

Recuperação econômica

Ao participar do lançamento do programa Senhor Orientador, presidente da República demonstrou confiança na redução do desemprego em 2017
por Portal Planalto publicado: 15/03/2017 13h53 última modificação: 11/05/2017 12h09
Beto Barata/PR Segundo presidente da República, pequenos e médios empresários são "campeões nacionais" do emprego

Segundo presidente da República, pequenos e médios empresários são "campeões nacionais" do emprego

O presidente da República, Michel Temer, destacou, nesta quarta-feira (15), o papel dos micro e pequenos empresários na retomada do crescimento da economia brasileira. Ao participar do lançamento do programa Senhor Orientador, o presidente colocou o grupo como parte da “força motriz” do Brasil.

“Os pequenos negócios, que são pequenos apenas no nome, são, na verdade, os grandes campeões nacionais do emprego”, afirmou Temer. Com a melhora da economia, o presidente da República disse ter confiança de que os dados referentes ao desemprego serão reduzidos “sensivelmente” ainda em 2017.

Convênio assinado entre o governo federal, o Banco do Brasil e o Sebrae em janeiro permitiu a criação do Senhor Orientador, que faz parte do programa Empreender Mais Simples. Nos próximos dois anos, R$ 8,2 bilhões estarão disponíveis para micro e pequenas empresas empreenderem e gerarem empregos.

De acordo com o projeto, o Sebrae selecionou 310 consultores, todos profissionais aposentados de instituições financeiras. Eles vão auxiliar os interessados no programa a ter acesso ao crédito financeiro. A expectativa é de que 36 mil micro e pequenas empresas sejam atendidas até o fim de 2017.

“Para nós, esse programa do Senhor Orientador vai fazer com que colegas aposentados, não só do Banco do Brasil, possam efetivamente usar um conhecimento que por mais da metade da vida deles foi destinado ao mercado financeiro, ao crédito”, disse o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli.

Segundo Cafferelli, o acompanhamento dos consultores, antes e depois da tomada de crédito, irá criar um círculo virtuoso na economia, que já conta com uma inflação e juros em queda, conforme pontuou.

Fonte: Portal Planalto