Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 03 > Reformas econômicas melhoram o ambiente de negócios no Brasil

Notícia

Reformas econômicas melhoram o ambiente de negócios no Brasil

Crescimento econômico

Para o presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), redução da burocracia vai estimular os empresários a investirem no País
por Portal Planalto publicado: 28/03/2017 19h10 última modificação: 29/03/2017 14h15
Marcos Corrêa/PR Segundo presidente da Abratel, reformas econômicas são fundamentais para o País crescer

Segundo presidente da Abratel, reformas econômicas são fundamentais para o País crescer

Presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), Luiz Claudio Costa, vê as reformas econômicas apresentadas pelo governo federal como uma forma de melhorar o ambiente de negócios no Brasil. Além disso, acrescenta o executivo, as propostas são fundamentais para a retomada do crescimento.

Em entrevista ao Portal Planalto, Costa chamou atenção para a importância de medidas do governo federal que buscam facilitar o ambiente de negócios no Brasil. “O brasileiro quer empreender, desenvolver seu País. Quando você burocratiza, você impede, desestimula o empresário”, afirmou.

“As reformas econômicas são fundamentais para que a gente possa avançar”, disse. Na avaliação do presidente da Abratel, é necessário tirar o peso das atividades econômicas para melhorar o ambiente de negócios. “A medida de hoje vem trazer toda essa desburocratização e, também, essa modernização em todos esses processos [de concessão pública], que, com certeza, resultará em progresso e crescimento da radiodifusão”, ressaltou.

No seu discurso durante a cerimônia de sanção das novas regras para a área de radiodifusão, o presidente da República, Michel Temer, ressaltou a tarefa do governo em “vencer obstáculos” para reduzir a burocracia, facilitar o processo para abertura de empresas e, dessa forma, abrindo o caminho para a geração de empregos.

Além das medidas econômicas, o presidente da Abert também reforçou a importância da reforma da Previdência Social para a retomada da economia. “Neste momento, vejo como inevitável; a reforma da Previdência é fundamental para o País continuar crescendo”, destacou.

Atualmente, a reforma da Previdência está sendo analisada por uma comissão especial na Câmara dos Deputados. Entre outros pontos, a proposta do governo federal propõe a adoção da idade mínima de 65 anos para homens e mulheres acessarem o benefício.

Fonte: Portal Planalto