Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 03 > PPI melhora infraestrutura e aumenta capacidade de crescimento do País

Notícia

PPI melhora infraestrutura e aumenta capacidade de crescimento do País

Projeto Crescer

Governo anunciou 55 projetos para as áreas de transporte, energia e saneamento básico. Propostas foram elaboradas para beneficiar a população
por Portal Planalto publicado: 07/03/2017 20h19 última modificação: 07/03/2017 22h53
Marcello Casal Jr/Agência Brasil Presidente do BNDES e ministros durante divulgação da lista de novos projetos de investimento

Presidente do BNDES e ministros durante divulgação da lista de novos projetos de investimento

Com a expectativa de gerar cerca de R$ 45 bilhões em investimentos e 200 mil novos postos de trabalho, a nova rodada de projetos do Programa de Parceria de Investimentos (PPI) tem o potencial de melhorar a infraestrutura e aumentar a capacidade de crescimento do País. Nesta fase, serão atendidas as áreas de transporte, energia e saneamento básico.

Para o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, todas as concessões do PPI estão seguindo o calendário proposto, com transparência e fiscalização, trazendo visibilidade e segurança jurídica para os investidores. “Para que nós possamos garantir a concorrência entre os grupos que queiram participar, que queiram investir, que queiram estar na presente na melhoria da qualidade dos serviços de todas as áreas de infraestrutura do Brasil”, disse o ministro, em entrevista ao Portal Planalto

A presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques, explicou que a infraestrutura do País já trabalha no limite máximo de sua capacidade. Ou seja, não há como aumentar a produção sem melhorar as condições de transporte e transmissão de energia, por exemplo.

Com os novos projetos, será possível aumentar o potencial de crescimento do País. “O setor de infraestrutura é importante para dar competitividade e produtividade para outros setores”, argumentou Maria Silvia. Sem essas obras, segmentos importantes, como agropecuária e indústria, podem ter seus crescimentos limitados.

Serviços de interesse público

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, explicou que o governo formatou esses projetos para que eles sejam, ao mesmo tempo, interessantes para o setor privado e para a população. “Claro que a modelagem que vamos buscar é que garanta o maior número de investimentos com a tarifa mais baixa”, afirmou, ao citar as operações em rodovias.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, os investimentos são de longo prazo. No entanto, ele entende que o setor privado tem interesse em colocar os projetos em operação o mais rápido possível. “Muita coisa deve começar já em 2017”, relatou.

PPI melhora infraestrutura e aumenta capacidade de crescimento do País

Fonte: Portal Planalto