Notícia

Projeto Crescer

Novos investimentos do PPI devem gerar 200 mil empregos

publicado: 07/03/2017 18h30, última modificação: 26/02/2018 12h28
Pela previsão do governo, os projetos resultarão em investimentos de R$ 45 bilhões. Serão obras de transporte, energia e saneamento
Novos investimentos do PPI vão gerar 200 mil empregos

Presidente da República, Michel Temer, e secretário-geral da presidência, Moreira Franco, participam de reunião do PPI

Com os novos investimentos previstos após a ampliação do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), 200 mil postos de trabalhos diretos e indiretos devem ser gerados no País. A previsão foi feita nesta terça-feira (7) pelo presidente da República, Michel Temer, ao abrir reunião do Conselho do PPI no Palácio do Planalto.

A previsão é de que R$ 45 bilhões sejam aplicados nos projetos, que estão concentrados nas áreas de energia, transporte e saneamento. “Precisamos fazer logo isso [começar as obras], por que o que mais almejamos é o combate ao desemprego”, afirmou Temer, na abertura da reunião do conselho.

Esses projetos do PPI são leilões, concessões e outras operações que vão incentivar a iniciativa privada a criar e melhorar a infraestrutura no País e beneficiar brasileiros de todas as regiões. Nesse cenário, Temer acredita que o Brasil entra em uma nova fase de prosperidade, com a participação decisiva do setor privado.

Previsibilidade de regras

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que os primeiros projetos do PPI estão em execução e começam a se converter em benefícios para a população. Na reunião, ele apresentou um cronograma dos novos projetos. O calendário, junto às regras mais claras e definidas, vai dar mais previsibilidade ao País.

“As pessoas, sejam jurídicas ou físicas, precisam saber o que vai ocorrer e em que regras vão ocorrer, sobretudo ter as garantias que essa regras vão ser respeitadas no futuro”, afirmou Moreira Franco.

Fonte: Portal Planalto

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems