Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 03 > Mobilização do governo e da sociedade vai reverter embargos, diz Temer

Notícia

Mobilização do governo e da sociedade vai reverter embargos, diz Temer

Pecuária

Presidente da República vai conversar com o colega chinês, Xi Jinping, sobre o embargo à proteína brasileira. Embaixadores ajudarão a esclarecer a situação aos países importadores
por Portal Planalto publicado: 23/03/2017 16h35 última modificação: 23/03/2017 16h58
Fotos: Beto Barata/PR Funcionários e fiscais do Mapa que se desviaram da função serão punidos, garantiu Temer

Funcionários e fiscais do Mapa que se desviaram da função serão punidos, garantiu Temer

O presidente, da República, Michel Temer, afirmou, nesta quinta-feira (23), que a mobilização do governo e a mobilização da sociedade brasileira ajudarão a reverter o embargo de países importadores de carne brasileira. Neste cenário, Temer adiantou que conversará com o presidente da China, Xi Jinping, ainda hoje sobre o tema.

Para Temer, o Brasil todo “colaborou“ para reverter um possível efeito negativo na economia brasileira dos desdobramentos da Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira (17). “Interessante como a nacionalidade se mobilizou para contestar aquilo que, aparentemente, poderia transformar-se em um evento internacional desastroso”, disse.

No discurso do presidente, durante o lançamento do Portal Único do Comércio Exterior, ele ressaltou também a “pronta resposta” dada pelo governo ao assunto. “Então nós tivemos uma pronta resposta e, portanto, logo superaremos esse embaraço que pode causar prejuízos ao País (...). Esse é um dos fatores fundamentais para a nossa economia, que não pode ver a sua credibilidade abalada”, afirmou.

Explicações

Além de conversar por telefone com o presidente da China, Temer também destacou a atuação do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, para esclarecer a situação aos países importadores. No domingo, eles conversaram com embaixadores e reforçaram a qualidade da carne brasileira e o rigor da fiscalização nacional.

Das 4.858 plantas frigoríficas que existem no País, apenas 21 estão sendo investigadas, e somente 33 dos 11.300 servidores do Mapa estavam envolvidos e já foram afastados. “Eu peço ao nosso Itamaraty, ao nosso Ministério das Relações Exteriores, que coloque os embaixadores todos, em todos os países importadores, esclarecendo esses fatos”, solicitou Temer.

Fonte: Portal Planalto