Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 03 > Dados da economia mostram que “Brasil tem rumo”, diz Temer a investidores

Notícia

Dados da economia mostram que “Brasil tem rumo”, diz Temer a investidores

Crescimento

Presidente da República destacou o saldo positivo de empregos em fevereiro, o leilão de aeroportos e a previsão de inflação abaixo do centro da meta
publicado: 21/03/2017 12h38 última modificação: 21/03/2017 16h41
Foto: Marcos Corrêa/PR Presidente destacou responsabilidade social e fiscal do governo

Presidente destacou responsabilidade social e fiscal do governo

Recentes dados da economia brasileira, como a previsão de inflação abaixo do centro da meta, criação de empregos em fevereiro e a melhora na nota de risco, por exemplo, reforçam a conclusão de que o “Brasil tem rumo”. A afirmação é do presidente da República, Michel Temer, durante o discurso de abertura da Conferência das Cidades Latino-Americanas.

Na semana passada, a agência de classificação de risco Moody’s alterou a perspectiva do Brasil de negativa para estável. Além disso, em fevereiro, o País registrou um saldo positivo na geração de empregos de quase 35 mil vagas. E a previsão da inflação é que ela termine 2017 abaixo do centro da meta, previsto em 4,5%.

“A mensagem que quero lhes transmitir, é esta: o Brasil tem rumo e não vai distrair-se. Ou seja, não vai distrair-se em função de outros fatos. Porque, no nosso sistema, o Executivo executa, Legislativo legisla, Judiciário jurisdiciona”, disse o presidente, que atribuiu os avanços ao diálogo com todos os setores sociais e o Congresso Nacional.

Outro exemplo citado pelo presidente que demonstra que a credibilidade do País foi o leilão de quatro aeroportos na semana passada. O resultado ficou acima do esperado, com um ágio de 23% acima do valor previsto pelo governo federal. “Isso significa uma credibilidade no País, que está renascendo", afirmou.

Temer ponderou que o governo está consciente das dificuldades políticas do momento. “Os senhores sabem que eles existem, não vamos ignorá-las”, disse. Porém, após transmitir os dados que mostram a recuperação da economia, fez o convite: “vamos investir no Brasil. Permitam-me a atenção, todos nós ganharemos”.

Fonte: Portal Planalto