Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 02 > Temer parabeniza Roberto Azevêdo pela recondução à direção da OMC

Notícia

Temer parabeniza Roberto Azevêdo pela recondução à direção da OMC

OMC

Atual diretor-geral da organização, brasileiro tem gestão marcada pelo trabalho em prol do comércio internacional multilateral; recondução teve apoio do governo brasileiro
por publicado: 28/02/2017 12h37 última modificação: 28/02/2017 12h40
Foto: Beto Barata/PR Durante encontro na China, Azevêdo afirmou seu compromisso em aprofundar parceria da OMC com o Brasil

Durante encontro na China, Azevêdo afirmou seu compromisso em aprofundar parceria da OMC com o Brasil

O presidente Michel Temer parabenizou, em seu perfil no Twitter, o embaixador Roberto Azevêdo pela recondução como diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). O brasileiro, que é o atual ocupante do cargo, teve sua recondução aprovada nesta terça-feira (28) pelo Conselho-Geral do organismo internacional. O segundo mandato de quatro anos terá início em 1º de setembro de 2017.

Roberto Azevêdo era candidato único, o que expressa o amplo reconhecimento dos membros da OMC à contribuição do diretor-geral para os resultados alcançados pela Organização durante seu primeiro mandato (2013-2017).

O governo brasileiro apoiou a recondução de Azevêdo reconhecendo suas relevantes contribuições durante o primeiro mandato e pela sua capacidade de continuar a contribuir, em circunstâncias internacionais desafiadoras, para o fortalecimento do Sistema Multilateral de Comércio.

Entre os principais avanços alcançados sob a direção do brasileiro, estão a conclusão da negociação do Acordo de Facilitação de Comércio (AFC) na Conferência Ministerial de Bali, em 2013 - o primeiro acordo multilateral celebrado pela OMC desde sua criação em 1995; o entendimento histórico sobre o fim dos subsídios à exportação de produtos agrícolas, durante a Conferência Ministerial de Nairobi, em 2015; e a entrada em vigor este ano do Protocolo de Emenda ao Acordo de Trips (Acordo sobre Aspectos de Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados a Comércio), que facilita as condições de acesso de países em desenvolvimento a medicamentos essenciais.

O diretor-geral, em reunião com o presidente Temer em setembro de 2016, em Hangzhou, na China, afirmou seu compromisso em aprofundar as conversas e a parceria da Organização com o governo brasileiro para ajudar o País a se integrar, cada vez mais, na economia mundial, com foco no crescimento econômico e no desenvolvimento social.

Fonte: Portal Planalto e Itamaraty