Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 02 > Minha Casa Minha Vida deve gerar 1 milhão de empregos

Notícia

Minha Casa Minha Vida deve gerar 1 milhão de empregos

Minha Casa Minha Vida

A meta do governo é contratar 610 mil novas moradias ainda neste ano
por Portal Planalto publicado: 06/02/2017 20h52 última modificação: 30/05/2017 12h09
portal planalto
Foto: Beto Barata/PR Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira durante o anúncio das novas medidas para o Minha Casa Minha Vida 2017

Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira durante o anúncio das novas medidas para o Minha Casa Minha Vida 2017

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou, nesta segunda-feira (6), que as novas regras anunciadas no Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) vão gerar cerca de 1 milhão de empregos diretos e indiretos no País. As medidas anunciadas pelo presidente da República, Michel Temer, têm o objetivo de ampliar o acesso dos brasileiros ao programa habitacional e, ao mesmo tempo, gerar novos postos de trabalho. A meta para 2017 é a contratação de 610 mil novas moradias do programa.

“[Os empregos] serão gerados gradativamente porque a medida vai potencializar toda a cadeia da construção civil. São empregos diretos e indiretos. A partir do momento em que os contratos comecem a acontecer, os empregos começam a ser gerados”, disse Nogueira.

Além da geração de empregos, disse o ministro, serão investidos R$ 60 bilhões no programa. “São valores significativos que terá um resultado fundamental para a economia do Brasil.”

Para o ministro das Cidades, Bruno Araújo, a reformulação do MCMV possibilita movimentar a economia em um momento de retomada do crescimento do País. “As medidas vêm em um novo momento da atividade econômica, ajuda a estimular o emprego, a geração de divisas e o sonho da casa própria.”

Fonte: Portal Planalto e Ministério das Cidades