Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 02 > Liberação do saldo do FGTS vai trazer tranquilidade social, diz Temer

Notícia

Liberação do saldo do FGTS vai trazer tranquilidade social, diz Temer

Economia

Medida pode beneficiar cerca de 30 milhões de trabalhadores. Calendário dos saques foi divulgado nesta terça-feira (14) pela Caixa
publicado: 14/02/2017 12h39 última modificação: 15/02/2017 10h36
Foto: Beto Barata/PR Presidente Michel Temer falou sobre a importância da liberação dos saques

Presidente Michel Temer falou sobre a importância da liberação dos saques

O presidente da República, Michel Temer, afirmou que a liberação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos irá trazer tranquilidade social, além de aquecer a economia. Nesta terça-feira (14), o governo divulgou o calendário de saques do benefício, que começa em 10 de março. Cerca de 30 milhões de trabalhadores serão contemplados.

“Muitas e muitas famílias endividadas, muitas e muitas empresas endividadas, e por isto que o saque, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, não só injetaria recursos na economia como traria, de alguma maneira, uma certa tranquilidade social”, disse Temer.

As contas inativas do FGTS liberadas somam aproximadamente R$ 43 bilhões. A medida provisória que autoriza o saque foi assinada em dezembro do ano passado por Temer.

De acordo com as regras, o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido até 31 de dezembro de 2015 pode sacar o saldo da conta vinculada, estando ou não fora do regime do FGTS. O calendário seguirá uma sequência de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.

Condições

A partir de 10 de março, as contas inativas com saldo até R$ 1,5 mil poderão ser sacadas no autoatendimento da Caixa apenas com senha do Cartão do Cidadão (sem a necessidade do plástico). Já para valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, será necessário que o trabalhador tenha o Cartão do Cidadão e senha para pagamentos no autoatendimento.

Para valores superiores a R$ 10 mil, será necessária a apresentação da carteira de trabalho ou documento que comprove a extinção do vínculo do trabalho. Para quem já é correntista da Caixa, os valores serão transferidos automaticamente.

Liberação do saldo do FGTS vai trazer tranquilidade social, diz Temer

Fonte: Portal Planalto