Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 02 > Imbassahy vê reformas como essenciais para a economia brasileira

Notícia

Imbassahy vê reformas como essenciais para a economia brasileira

Economia

Diminuição da inflação, queda da taxa de juros e melhora nos índices de confiança têm ajudado na retomada econômica do País
por Portal Planalto publicado: 21/02/2017 17h59 última modificação: 21/02/2017 18h22
portal planalto
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil Ministro diz que economia brasileira já dá sinais de melhora

Ministro diz que economia brasileira já dá sinais de melhora

O ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, afirmou nesta terça-feira (21) que a reforma da Previdência e a modernização das leis trabalhistas são fundamentas para a reconstrução da economia brasileira. Elaboradas pelo governo federal no ano passado, as duas propostas estão sendo debatidas em comissões especiais da Câmara dos Deputados.

Em entrevista ao Portal Planalto, o ministro reforçou a intenção do governo federal em equilibrar as finanças públicas e melhorar o ambiente para geração de empregos no País. Pela manhã, ele participou de uma reunião com o presidente da República, Michel Temer, integrantes da comissão especial da reforma da Previdência e líderes partidários.

“Você tem que ter a reforma da Previdência equilibrando as contas públicas brasileiras e tem que ter também a modernização das leis trabalhistas, permitindo que haja realmente uma perspectiva mais clara de crescimento do número de empregos e da retomada dos investimentos no País”, disse Imbassahy.

Para ele, a economia já mostra indicativos claros de melhora. Entre eles, o controle da inflação, a queda da taxa de juros e os índices de confiança no País. “Tudo isso nos anima. Aumenta a confiança, a expectativa, a esperança de que estamos efetivamente na direção correta”, afirmou.

Imbassahy disse que as medidas do governo para retomar o crescimento econômico já começaram a equilibrar as contas, o que permite a volta de investimentos e obras estruturantes. “ Isso vai organizar o nosso parque industrial e a infraestrutura nacional. Estamos confiantes e os brasileiros começam a perceber que os resultados estão já surgindo.”

Fonte: Portal Planalto