Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 02 > Criança Feliz tem potencial de mudar a realidade infantil brasileira

Notícia

Criança Feliz tem potencial de mudar a realidade infantil brasileira

Primeira Infância

Especialistas apontam engajamento entre os entes federados como maior trunfo para o sucesso do programa, que pretende acompanhar 4 milhões de crianças até 2018
por Portal Planalto publicado: 09/02/2017 17h03 última modificação: 30/05/2017 12h45
portal planalto
Antonio Cruz/Agência Brasil Marcela Temer participou de encontro sobre o Criança Feliz no Alvorada

Marcela Temer participou de encontro sobre o Criança Feliz no Alvorada

Lançado em outubro passado para fortalecer as políticas públicas para a primeira infância, o programa Criança Feliz tem o potencial de mudar a realidade das crianças brasileiras em um trabalho conjunto dos governos federal, estadual e municipal. Nesta quinta-feira (9), a primeira-dama da República, Marcela Temer, participou de uma reunião de mobilização do projeto.

“Onde há um engajamento do município, do estado e do governo federal, a gente tem muito mais chance que [o programa] dê certo, que o objetivo seja atingido”, disse a primeira-dama de Porto Velho (RO), Ieda Chaves, em entrevista ao Portal Planalto.

O Criança Feliz tem como objetivo promover o desenvolvimento integral de crianças de zero a seis anos, por meio de visitas às famílias participantes do programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). A meta do programa é acompanhar 4 milhões de crianças até 2018.

Para a primeira-dama de Santa Catarina, Maria Eugênia Colombo, o resultado do investimento na primeira infância será visto mais na frente. “A gente planta, como a primeira-dama [Marcela Temer] falou, é uma semente. Os frutos [veremos] a longo prazo. Realmente tem que ter um incentivo muito grande”, afirmou.

Investimento no País

Até o momento, 2.076 municípios já participam do Criança Feliz. Para o representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Niky Fabiancic, o Criança Feliz é estratégico para que o Brasil acelere o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU.

“O investimento na primeira infância tem alto retorno, um custo-benefício maior que outros investimentos e, certamente, vai na direção correta em termos de políticas sociais que beneficiam o País”, avaliou.
Fabiancic disse ainda que a liderança de Marcela Temer é um impulsionador e um motivador para que o programa seja bem-sucedido.

“As primeiras-damas têm um apelo muito estratégico e podem ser promotoras dos objetivos de desenvolvimento sustentável e do programa Criança Feliz, que está dentro dessas intervenções estratégicas tão necessárias para o País”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto e MDSA