Notícia

Educação

Serra Talhada recebe novo campus do Instituto Federal do Sertão de Pernambuco

publicado: 30/01/2017 12h43, última modificação: 26/02/2018 12h08
Unidade conta com 12 salas de aula, laboratórios, auditório e ginásio. Presidente Michel Temer inaugurou a obra nesta segunda-feira (30)

Mais de 350 alunos do ensino médio e técnico de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, a 415 quilômetros de Recife, vão começar o ano letivo de casa nova. O presidente da República, Michel Temer, inaugurou, nesta segunda-feira (30), o Campus do Instituto Federal do Sertão Pernambucano na cidade. A unidade possui 5.600 metros quadrados, 12 salas de aula, oito laboratórios, auditório, refeitório, anfiteatro e ginásio poliesportivo, todos respeitando os critérios de acessibilidade.

Funcionando há dois anos na cidade, o instituto usava salas cedidas pela prefeitura. Para o diretor-geral do campus, Givanilson Magalhães, a inauguração do prédio novo é um “presente”, pois vai trazer mais conforto, comodidade e qualidade de ensino para os alunos, professores e funcionários. “Isso representa uma grande força nas nossas atividades, no serviço que vamos prestar, não só em Serra Talhada, mas em toda a região do Pajeú”.

O aluno de Técnica em Logística, Alan Jones Heliodoro, 26 anos, elogiou a estrutura do novo prédio. “Vamos poder estudar melhor porque vamos ter a nossa biblioteca, o nosso setor de informática, o próprio ginásio. É nosso, não é emprestado de ninguém. É uma evolução”, comentou.

Com o fim da obra, o Campus Serra Talhada vai beneficiar outros municípios do sertão pernambucano: Brejinho, Calumbi, Carnaíba, Flores, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, São José do Egito, Solidão, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Terezinha, Tabira, Triunfo e Tuparetama.

“É isso que a gente espera do governo federal, não só no nosso estado, mas em todo o País. O que todos nós queremos é uma educação qualificada”, disse Alan. O serra-talhadense pretende, com a conclusão do curso, sair do trabalho informal e, no futuro, abrir o próprio negócio.

Hoje, a unidade de Serra Talhada oferece os cursos técnicos de Logística, Eletrotécnica e Refrigeração e Climatização, além do curso Técnico em Segurança do Trabalho na modalidade Ensino a Distância. Estão em fase de formatação, na modalidade superior, Engenharia Civil, Engenharia de Produção e licenciatura em Física. Quando todos os cursos estiverem funcionando, o campus terá 1200 alunos e 60 professores.

Investimento

O governo federal investiu, por meio do Ministério da Educação (MEC), R$ 11,7 milhões na construção do novo prédio do Instituto Federal do Sertão Pernambucano em Serra Talhada.

Durante a cerimônia de inauguração, o presidente Michel Temer vai assinar o repasse de R$ 91,8 milhões para estados e municípios, referentes à complementação ao piso salarial dos professores cujos governos não atingem o mínimo exigido por lei. Para 2017, será um total de 1,297 bi para nove estados.

Além disso, será assinada a liberação de mais R$ 2,1 milhões para finalizar a compra e instalação de equipamentos para o campus. Esse investimento faz parte de um plano do MEC para a expansão, adequação e modernização das instalações dos institutos federais com orçamento de R$ 250 milhões para este ano. O Brasil tem hoje 41 institutos e centros federais de ensino técnico e tecnológico, com 644 unidades em todo País.

No campus de Serra Talhada, a maior parte dos investimentos já chegou. Agora, a cidade quer dar aos jovens da região a chance de estudar e trabalhar, sem ter de deixar a terra natal.

“Historicamente, Serra Talhada importa profissionais de outras cidades para atender, especialmente a nível gerencial, as grandes empresas que temos aqui na região. O nosso aluno é formado e vai ter a capacidade de preencher essas vagas. E essa mão de obra qualificada na cidade é um atrativo para que empresas venham para cá”, explicou Alex de Souza, professor de matemática do novo campus.

Fonte: Portal Planalto