Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 01 > Governo libera R$ 12 bilhões para pré-custeio da safra 2017/2018

Notícia

Governo libera R$ 12 bilhões para pré-custeio da safra 2017/2018

Agricultura

Recursos estão disponíveis por meio do Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais, com taxas de 8,5% ao ano
publicado: 19/01/2017 09h30 última modificação: 23/01/2017 21h18
Isac Nóbrega/PR Serão R$ 12 bilhões disponibilizados para a aquisição antecipada de insumos

Serão R$ 12 bilhões disponibilizados para a aquisição antecipada de insumos

O presidente da República, Michel Temer, participa, nesta quinta-feira (19), em Ribeirão Preto (SP), do lançamento do pré-custeio da safra 2017/2018. Serão R$ 12 bilhões liberados, por meio do Banco do Brasil, para a aquisição antecipada de insumos.

O volume é ofertado em linhas com recursos controlados, oriundo das captações próprias da Poupança Rural e dos Depósitos à Vista, representando uma elevação de 20% ao volume desembolsado na última edição.

Os recursos estão disponíveis aos médios produtores por meio do Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais (Pronamp) com taxas de 8,5% a.a., até o teto de R$ 780 mil. Os demais produtores rurais acessam o crédito com encargos de 9,5% a.a. até o teto de R$ 1,32 milhão por beneficiário.

A antecipação dos financiamentos de custeio para as culturas da safra de verão 2017/2018, a exemplo de soja, milho, arroz e café, permite melhores condições aos produtores para o planejamento de suas compras junto aos fornecedores e contribui para o incremento das vendas de sementes, fertilizantes e defensivos, proporcionando maior rentabilidade aos empreendimentos e produzindo reflexos positivos em toda a cadeia produtiva.

O apoio técnico e creditício que o governo oferece ao setor agropecuário, por meio do pré-custeio, estimula a economia do País, além de contribuir para a melhoria das condições produtivas e de modernização dos empreendimentos rurais.

Custeio antecipado

No começo do mês, a Caixa Econômica Federal já havia anunciado a oferta de R$ 6 bilhões para o pré-custeio da próxima safra (2017\2018). A linha “Custeio Antecipado” possibilita o acesso a recursos para custear as lavouras até 270 dias antes do início do plantio.

O recurso está disponível para as principais culturas, como soja, milho, arroz, trigo, feijão e sorgo, e conta com análise técnica automática para propostas de até R$ 500 mil.

Fonte: Portal Planalto