Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2017 > 01 > Controle da inflação vai refletir em produção e investimentos

Notícia

Controle da inflação vai refletir em produção e investimentos

Economia

Para Michel Temer, índice dentro da meta prevista pelo governo deve resultar numa "queda responsável" dos juros no País
por Portal Planalto publicado: 09/01/2017 18h52 última modificação: 10/01/2017 13h36
Foto: Beto Barata/PR Presidente discursa durante entrega de ambulâncias em Esteio (RS)

Presidente discursa durante entrega de ambulâncias em Esteio (RS)

O presidente da República, Michel Temer, afirmou, nesta segunda-feira (9), que a desaceleração da inflação verificada em 2016 vai ajudar na retomada da produção e de novos investimentos no País. Em discurso durante evento em Esteio (RS), Temer disse que a inflação controlada deve dar condições a uma queda responsável nos juros.

“Com a inflação caindo, naturalmente, os juros irão caindo, e os juros caindo, pouco a pouco, responsavelmente (...), vai incentivar a produção e os novos investimentos no nosso país”, disse o presidente, durante cerimônia de entrega de ambulâncias a prefeituras.

Temer assumiu o governo com uma inflação acumulada em 12 meses em torno de 10%. A expectativa de analistas do mercado financeiro é que a inflação de 2016 fique em 6,35%, abaixo do teto da meta de 6,5%. O resultado consolidado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do ano passado será divulgado na próxima quarta-feira (11).

Nas últimas duas reuniões, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa básica de juros, a Selic, de 14,25% ao ano para 13,75%. A expectativa entre analistas é que aumente o ritmo de queda dos juros. Para esta semana, espera-se um corte de 0,5 ponto percentual.

Os analistas esperam, ainda, que a inflação esteja próxima do centro da meta já neste ano. Para 2018, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deve chegar a 2,30%, segundo projeção divulgada pelo boletim Focus nesta segunda-feira.

Fonte: Portal Planalto