Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Temer relata medidas para o crescimento a empresários chilenos

Notícia

Temer relata medidas para o crescimento a empresários chilenos

Relações Internacionais

Presidente da República participou, junto com o ministro da Fazenda e o secretário do PPI, de uma reunião com 25 investidores do Chile
publicado: 16/12/2016 13h34 última modificação: 16/12/2016 13h34
Foto: Beto Barata/PR Presidente Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o secretário-executivo do PPI, Moreira Franco, participaram da reunião

Presidente Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o secretário-executivo do PPI, Moreira Franco, participaram da reunião

O presidente Michel Temer relatou nesta sexta-feira (16) a uma delegação com 25 investidores e empresários chilenos o empenho do governo em reconstruir a segurança jurídica e o ambiente de negócios no Brasil. Na conversa, Temer citou a promulgação da Emenda Constitucional 95/2016, que cria o teto de gastos públicos e explicou as medidas microeconômicas anunciadas ontem (15).

Participaram também o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o secretário do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), Moreira Franco. No encontro, Franco ressaltou que não há, nas concessões, distinções entre empresas nacionais e estrangeiras e que o presidente está se empenhando para reconstruir a segurança jurídica e o ambiente de negócios do País.

Visita ao Brasil

O presidente da Sociedade de Fomento Fabril (Sofofa) do Chile, Hermann von Mühlenbrock, afirmou em entrevista ao Portal Planalto que os empresários chilenos estão muito satisfeitos com a visita ao País e lembrou que é a primeira vez que os empreendedores são recebidos pelo presidente do Brasil sem a presença do presidente chileno.

“Estamos muito contentes que o presidente da República tenha tirado o tempo para receber uma delegação empresarial. Entendemos que é a primeira vez que o presidente do Brasil recebe um grupo de empresários sem que venha o presidente da República chileno. Isto é um sinal importante que o presidente dá, com respeito à importância que ele dá à presença dos empresários chilenos”, afirmou.

O presidente da Sofofa contou que um dos temas trazidos pelos empresários foi a proibição da compra de terras no Brasil por estrangeiros, demanda da indústria de celulose do Chile.

“Sabemos que os momentos são complicados, mas não temos nenhuma dúvida de que as medidas que estão sendo tomadas vão na direção correta, de retomar o crescimento”, completou.

Fonte: Portal Planalto