Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Temer: “Prestigiar o Nordeste é prestigiar o Brasil”

Notícia

Temer: “Prestigiar o Nordeste é prestigiar o Brasil”

Visita

Fala do presidente ocorreu durante cerimônia de assinatura de atos no Banco do Nordeste, em Fortaleza (CE), nesta sexta (9)
por Portal Planalto publicado: 09/12/2016 18h33 última modificação: 12/12/2016 16h22
Foto: Beto Barata/PR Presidente Michel Temer cumprimenta agricultores cearenses

Presidente Michel Temer cumprimenta agricultores cearenses

O presidente da República, Michel Temer, afirmou que sua viagem ao Nordeste marca o diálogo do governo com a região. Ele lembrou, inclusive, que sete dos seus ministros são nordestinos. A fala dele ocorreu durante cerimônia de assinatura de atos no Banco do Nordeste, em Fortaleza (CE).

“Verifiquei que um dos diálogos mais importantes que tenho de fazer é com o Nordeste, e é isso precisamente que eu começo a fazer neste momento”, ponderou o presidente. “Prestigiar o Nordeste é prestigiar o Brasil”, afirmou.

Na viagem ao Ceará, o presidente entregou títulos de regularização fundiária a agricultores do estado. São mais de 5 mil beneficiados na região, e a meta do governo é entregar 1 milhão de títulos até 2018. O governo ainda fez a revisão de 1 milhão de contratos de crédito de pequenos agricultores do Nordeste e do Norte, uma mudança que vai facilitar o pagamento das dívidas desses produtores.

Ainda durante o discurso, o presidente rebateu críticas às medidas econômicas que o governo tem proposto e afirmou que o Brasil precisa de uma oposição construtiva. “Ouço discursos de que o governo vai acabar com a saúde e a educação, eu digo que contra o argumento eu ofereço o documento”, disse.

O presidente argumentou que o Orçamento do próximo ano traz mais recursos para saúde e para a educação e afirmou que os dois setores são prioridades para o Brasil. “É preciso desmistificar essas informações. É preciso também reinaugurar uma cultura mais responsável no nosso país”, observou. 

“As pessoas não podem fazer oposição só por ser oposição. A oposição deve existir para ajudar a governar. A ideia de oposição é fiscalizar, não pode falsear informações”, argumentou o presidente.

Fonte: Portal Planalto