Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Temer presta condolências ao povo grego pela morte de embaixador

Notícia

Temer presta condolências ao povo grego pela morte de embaixador

Luto

Presidente da República garantiu o apoio das autoridades competentes para investigar e esclarecer as circunstâncias da morte do diplomata da Grécia
por Portal Planalto publicado: 30/12/2016 20h50 última modificação: 02/01/2017 14h59
Crédito: Beto Barata/PR Temer diz que as autoridades brasileiras competentes estão conduzindo rigorosa investigação para esclarecer as circunstâncias do ocorrido e julgar os responsáveis pela morte de embaixador

Temer diz que as autoridades brasileiras competentes estão conduzindo rigorosa investigação para esclarecer as circunstâncias do ocorrido e julgar os responsáveis pela morte de embaixador

O presidente da República, Michel Temer, ofereceu condolências ao presidente da Grécia, Prokopis Pavlopoulos, ao primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e ao povo do país em razão da morte do embaixador Kyriakos Amiridis.

“Neste momento de dor e pesar, ofereço, em nome dos brasileiros, minhas condolências e solidariedade ao governo e ao povo da Grécia, em particular aos familiares e pessoas próximas ao Embaixador Amiridis”, disse Temer em carta ao presidente Pavlopoulos.

Temer disse ainda que as autoridades brasileiras competentes estão conduzindo rigorosa investigação para esclarecer as circunstâncias do ocorrido e julgar os responsáveis. “O governo brasileiro reafirma sua disposição de colaborar ativamente com a parte grega, como tem feito desde o início”.

“Peço que aceite, senhor presidente, os protestos de minha mais alta estima e consideração”, concluiu o chefe de Estado brasileiro.

Desaparecido desde a última segunda-feira (26), Amiridis foi apontado como embaixador da Grécia no Brasil em janeiro deste ano. Em 25 de maio, ele entregou suas credenciais ao governo brasileiro em cerimônia no Palácio do Planalto.

Confira na íntegra:

Carta ao presidente Pavlopoulos

Carta ao primeiro-ministro Tspiras


Fonte: Portal Planalto