Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Presidente vistoria obras de integração do São Francisco

Notícia

Presidente vistoria obras de integração do São Francisco

Segurança Hídrica

Ao acompanhar as obras de estação de bombeamento e reservatório em Floresta (PE), Michel Temer demonstrou entusiasmo ao ver o andamento do projeto
por Portal Planalto publicado: 09/12/2016 14h05 última modificação: 09/12/2016 15h59
Foto: Beto Barata/PR Acompanhado de ministros, presidente vistoriou as obras em Floresta (PE)

Acompanhado de ministros, presidente vistoriou as obras em Floresta (PE)

Como parte de sua agenda ao Nordeste, o presidente da República, Michel Temer, visitou nesta, sexta-feira (9), o município de Floresta (PE), onde vistoriou a estação de bombeamento EBV-3 e o reservatório de Salgueiro. As obras fazem parte do eixo leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

A EBV-3 está com 94,1% de execução e elevará a água em 63,5 metros de altura, medida equivalente a um prédio de 21 andares. A estação vai bombear a água até a quarta estação (EBV-4), depois de passar por três reservatórios já concluídos e um aqueduto que está em fase final de execução. O tanque de Salgueiro está pronto para operação e recebimento de água. Tem capacidade de armazenamento de quatro milhões de metros cúbicos.

Durante a visita, Temer expressou entusiasmo ao verificar no local que o projeto está em um "passo avançadíssimo". "Em janeiro, nós voltaremos aqui para ligar os motores de maneira que a água seja bombeada. (...) Em brevíssimo tempo, acho que até o fim do ano que vem, estaremos chegando em Monteiro, quando as águas tomaram o curso natural do Rio Paraíba", afirmou.

O projeto de integração, com seus dois eixos (norte e leste), está 90,8% executado e se trata da maior obra de infraestrutura hídrica do País. Quando concluído, levará água para mais de 12 milhões de pessoas nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A água do eixo leste deverá chegar a Monteiro (PB) no primeiro trimestre de 2017 e em Campina Grande (PB) em abril do próximo ano.

Fonte: Portal Planalto