Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Parlamentares apoiam reforma na Previdência

Notícia

Parlamentares apoiam reforma na Previdência

Economia

Presidente Michel Temer se reuniu com senadores e deputados para discutir tramitação de propostas no Congresso Nacional
por Portal Planalto publicado: 07/12/2016 23h43 última modificação: 08/12/2016 17h01
Beto Barata/PR Presidente Temer durante reunião com bancada dos deputados federais do PTB

Presidente Temer durante reunião com bancada dos deputados federais do PTB

Nesta quarta-feira (7), o presidente Michel Temer se reuniu com parlamentares para discutir a tramitação no Congresso Nacional de propostas do ajuste fiscal. Um dos temas debatidos foi a reforma da Previdência, encaminhada par apreciação do Congresso Nacional nessa semana.

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) afirmou que a bancada do partido deve apoiar a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição com mudanças nas regras previdenciárias. "É uma matéria muito controversa e ácida do ponto de vista da discussão, mas temos de enfrentá-la. O País precisa dessas matérias, então vamos discutir com tranquilidade. A matéria já chegou na Casa e, na volta do recesso, vamos dar a receptividade que necessita. A quase totalidade dos deputados deve dar apoio a essa matéria no sentido de avançarmos e fazer uma lei importante para o povo brasileiro", destacou Arantes.

Ele ressaltou ainda que a aprovação de medidas, como a PEC 55 que limita os gastos do governo federal, terão efeitos futuros e contribuem para a retomada do crescimento econômico.

"A máquina estava consumindo mais do que podia receber. Não podemos comprometer a questão do orçamento. Temos de levar em consideração que os recursos têm que sobrar para a educação, segurança pública e cortar os exageros da máquina no que diz respeito à sua própria manutenção. Esses ajustes vão ajudar a resolver esses problemas", afirmou.

O senador Dario Berger (PMDB-SC) também conversou com o presidente Michel Temer e ponderou que as medidas são essenciais para a retomada da confiança no País.

"Quanto mais rápido o Senado Federal aprovar as medidas, mais rápida é a tendência de sairmos dessa crise. Com a retomada do crescimento, há a geração de oportunidades, de empregos para que o Brasil possa voltar a prospera.r."

Berger ainda reforçou que a votação em segundo turno da PEC 55 deve ocorrer na próxima semana no Senado. "Não tenho nenhuma dúvida quanto à aprovação da PEC 55 por um ampla maioria. Foi aprovada no primeiro turno com 61 votos, deve repetir essa votação, só tem agora as características regimentais que precisam ser respeitadas."

Fonte: Portal Planalto