Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > Meirelles projeta cenário melhor a partir de 2017

Notícia

Meirelles projeta cenário melhor a partir de 2017

Projeções para 2017

Em vídeo, ministro da Fazenda explica a agenda econômica do governo Michel Temer e desenha um cenário positivo para o ano que começa
por Portal Planalto publicado: 03/01/2017 17h35 última modificação: 03/01/2017 17h39
Gustavo Raniere/MF Ministro explicou que a agenda do governo passa pelo equilíbrio de contas, mas também medidas microeconômicas

Ministro explicou que a agenda do governo passa pelo equilíbrio de contas, mas também medidas microeconômicas

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, avalia que o otimismo deve aumentar a partir dos próximos meses e trimestres, conforme a economia volte a crescer. Ele explicou que para tirar o Brasil da crise, o plano do governo Michel Temer passa pelo equilíbrio de contas mas vai além, com medidas microeconômicas que vão melhorar a vida dos brasileiros.

“O plano do governo Temer para colocar o Brasil na rota do crescimento sustentável consta, em primeiro lugar, do ajuste fiscal, a PEC dos gastos foi uma vitória importante, a PEC da Previdência foi apresentado ao Congresso e, agora, entramos nas medidas microeconômicas, para tornar o Brasil mais produtivo”, afirmou.

Ele listou parte das medidas, como a do cartão de crédito, que torna os juros do rotativo mais baixos para o consumidor. “Isso é muito importante e facilita o consumo”, explicou. “Têm também medidas que fazem com que o custo do crédito para as empresas possam diminuir”, relatou.

O objetivo principal dessas medidas microeconômicas é fazer com que o Brasil produza mais com o mesmo esforço e ainda fazer com que o cidadão deixe de perder tempo com coisas improdutivas. “Em resumo, visa facilitar a vida dos brasileiros, diminuir o custo de produzir no Brasil e gerar mais riquezas para os brasileiros”, argumentou.

Nova fase para a economia

Meirelles observou que o Brasil enfrentou uma longa recessão e que agora chega ao final desse ciclo. Ele ponderou, no entanto, que depois de um período de queda na economia, é natural que as pessoas estejam preocupadas.

“É normal que todos estejam preocupados. O que vai resolver isso, na verdade, é o momento que o Brasil voltar a crescer nos próximos meses e trimestres”, afirmou. “Ai sim os brasileiros vão começar a acreditar de novo no futuro”, disse.

Com o fim da crise, explicou Meirelles, vem a criação de empregos, a inflação controlada e a volta do crescimento econômico. “O Brasil tem jeito, estamos chegando lá”, afirmou o ministro da Fazenda.

Fonte: Portal Planalto, com informações do Ministério da Fazenda