Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 12 > A investidores, Temer garante que há clima de unidade para tirar o Brasil da recessão

Notícia

A investidores, Temer garante que há clima de unidade para tirar o Brasil da recessão

Equilíbrio de contas

Em evento em São Paulo, presidente detalhou medidas tomadas pelo governo para retomar crescimento
por Portal Planalto publicado: 01/12/2016 20h49 última modificação: 02/12/2016 09h29
Presidente discursou para investidores no Brazil Opportunities Conference 2016, em São Paulo

Presidente discursou para investidores no Brazil Opportunities Conference 2016, em São Paulo

Em evento com investidores em São Paulo nesta quinta-feira (1º), o presidente da República, Michel Temer, afirmou que há clima de unidade no País contra a recessão. Ao mencionar a aprovação da proposta que limita os gastos públicos em primeiro turno no Senado, Temer afirmou que o equilíbrio fiscal vai recobrar a confiança na economia do País e possibilitar o investimento.

“Há um clima (...) de uma certa unidade de pensamento nos setores governamentais com vistas a tirar o País da recessão”, disse Temer, no evento Brazil Opportunities Conference 2016.

Aprovada em primeiro turno no Senado, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do teto de gastos ainda precisa passar por segunda votação na Casa antes de ser promulgada pelo Congresso. O texto limita os gastos do governo à inflação do ano anterior.

Temer ponderou, no entanto, que a proposta não é suficiente para, sozinha, tirar o País da recessão. Ele disse que é preciso “caminhar mais” e encaminhará ao Congresso, na próxima semana, a reforma da Previdência.

Segundo o presidente, o déficit da Previdência está projetado em quase R$ 100 bilhões para este ano e R$ 140 bilhões no ano que vem. Ele reiterou que os estados apoiam a medida.

No discurso, Temer defendeu ainda a necessidade do diálogo para pacificar o Brasil e criar um clima para os investimentos no Brasil. “Vamos brigar pelas ideias, vamos trazer as forças produtivas da nação  trabalhadores e empresários  juntos para nós construirmos esse novo País.”

Fonte: Portal Planalto