Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 11 > Temer reativa Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e libera recursos

Notícia

Temer reativa Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e libera recursos

Inovação

Durante reunião nesta quinta (10), presidente assinou liberação de recursos para 101 projetos de pesquisa e disse que governo está comprometido com inovação
por Portal Planalto publicado: 10/11/2016 16h59 última modificação: 10/11/2016 18h07
Foto: Marcos Corrêa/PR Presidente participa de reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, com ministros e representantes da sociedade civil

Presidente participa de reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, com ministros e representantes da sociedade civil

O presidente da República, Michel Temer, afirmou, nesta quinta-feira (10), que a reinstalação do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia reforça o compromisso do governo com a inovação. No fim da reunião com ministros e representantes da sociedade civil, Temer anunciou a liberação de recursos para 101 projetos selecionados de pesquisa.

“O caminho para o desenvolvimento passa necessariamente por nossa capacidade de inovar em bases sempre mais modernas e competitivas. A decisão de relançar o Conselho expressa o inequívoco compromisso do governo com essa estratégia”, afirmou o presidente.

Presidido por Temer, o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia foi estabelecido em 1996 e não se reunia há dois anos. O órgão de assessoramento do presidente formula e implementa políticas nacionais de desenvolvimento científico e tecnológico.

Durante o encontro, Temer assinou a liberação de recursos para contratação de 101 projetos de pesquisa dentro do programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INTCs). O montante investido é de R$ 650 milhões, sendo metade repassado pelo governo federal e a outra parte pelas fundações estaduais de amparo à pesquisa.

O governo também destinará mais de R$ 68 milhões para a Chamada Universal do CNPq, que beneficiará mais de 3,3 mil pesquisadores em todo o Brasil.

Em seu discurso de encerramento, Temer disse que a reativação do Conselho de Tecnologia responde ao anseio das pessoas por eficiência nos serviços públicos. “O Conselho reflete nosso engajamento na consolidação de um país mais forte e igualitário. Se a Ciência, Tecnologia e Inovação não tiverem amparo, ninguém terá futuro melhor”, concluiu.  

Fonte: Portal Planalto