Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 11 > Temer: para combater o crime, União e estados precisam trabalhar juntos

Notícia

Temer: para combater o crime, União e estados precisam trabalhar juntos

Segurança pública

Presidente anuncia verbas federais para a segurança pública e afirma que a o governo ajudará as unidades da federação a "garantir tranquilidade" para a população
por Portal Planalto publicado: 11/11/2016 10h27 última modificação: 14/11/2016 15h41
Presidente lembrou que R$ 788 milhões já foram anunciados para a segurança pública

Presidente lembrou que R$ 788 milhões já foram anunciados para a segurança pública

Em vídeo publicado no Portal Planalto nesta segunda-feira (14), o presidente da República, Michel Temer, afirmou que segurança pública é uma das prioridades do seu governo.

Na mensagem, Temer reforçou que, embora a tarefa de garantir a segurança pública seja prioritariamente dos estados, a União se empenhará para conseguir recursos e prestar o apoio necessário para garantir tranquilidade para a população.

No vídeo, o presidente cita o ineditismo da reunião entre os presidentes dos três Poderes para tratar da questão, realizada no final de outubro. Na ocasião, Temer anunciou a liberação de R$ 778 milhões para aquisição e manutenção de equipamentos de polícia. Agora, disse Temer, o próximo objetivo é buscar verbas específicas para as unidades da Federação.

“Vamos atrás ainda de outras verbas que serão encaminhadas aos Estados brasileiros, também para combater a insegurança, que muitas e muitas vezes existe no nosso País”, disse o presidente

Responsabilidades da União

Temer ressaltou que a Constituição Federal estabelece que a segurança pública é uma matéria de cada Estado. Dessa forma, as unidades da federação têm autonomia para implantar suas próprias políticas. No entanto, ponderou o presidente, a União também tem a sua responsabilidade com a segurança pública.

Para exemplificar, ele listou parte das competências da Polícia Federal. “Especialmente no combate ao tráfico de entorpecentes, de pessoas, enfim, a questão das fronteiras. Isso tudo é competência da nossa Polícia Federal”, explicou Temer.

“Nós estamos voltados para o tema da segurança pública agora por que nós queremos que você tenha um pouco mais de tranquilidade no seu dia a dia”, observou.

Fonte: Portal Planalto