Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 11 > Reformas levarão Brasil a retomar crescimento, diz presidente do BID

Notícia

Reformas levarão Brasil a retomar crescimento, diz presidente do BID

Retomada do Crescimento

Em encontro com Temer, Luis Alberto Moreno destacou mudanças estruturantes que estão sendo realizadas pelo governo
por Portal Planalto publicado: 16/11/2016 21h05 última modificação: 17/11/2016 19h54
Foto: Beto Barata/PR Michel Temer e ministros durante reunião com presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento

Michel Temer e ministros durante reunião com presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento

Após se reunir com o presidente Michel Temer nesta quarta-feira (16), o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, afirmou que as reformas estruturais que estão sendo conduzidas pelo governo brasileiro levarão o País a retomar a trajetória de crescimento econômico.

“A gente está vendo que o Brasil está chegando a esse ponto de inflexão e que é o momento de olhar com muita certeza que o País vai começar a crescer. Esse é o melhor atrativo para o investimento”, declarou Moreno em entrevista ao Portal Planalto.

Entre as reformas a que ele faz referência estão as medidas de ajuste fiscal, como a Proposta de Emenda Constitucional que estabelece o teto dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, que já foi votada pela Câmara dos Deputados e deve ser aprovada pelo Senado no mês de dezembro. Também a reforma da Previdência, que deve ser encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional ainda este ano e que contribuirá para resolver um problema estrutural no orçamento público. O novo marco regulatório de exploração do Pré-sal, que desobriga a participação da Petrobras, e o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) também são medidas fundamentais no caminho de atrair novos investimentos ao País.

Em relação às oportunidades do PPI, Moreno lembrou que o BID é um importante parceiro do Brasil, na medida em que contribui com insumos técnicos apoiando as duas pontas das parcerias público-privadas. “Estamos trazendo a grande experiência de outros países da América Latina, bem como acompanhando os processos das parcerias de maneira a estruturá-las, de encontrar novos instrumentos financeiros”, disse. O apoio do banco também pode se dar com o financiamento dos projetos na moeda brasileira.

Encontro de investidores 

Na reunião, também foi discutida a realização em maio de 2017 de um evento destinado a atrair investidores estrangeiros ao País. Com apoio do BID, a ação será realizada conjuntamente pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e pelos ministérios do Planejamento e do Itamaraty.

Fonte: Portal Planalto