Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 11 > Governo vai estudar transferência de terras da União para Rondônia

Notícia

Governo vai estudar transferência de terras da União para Rondônia

Reforma agrária

Presidente Michel Temer discutiu regularização fundiária com representantes do Estado
por Portal Planalto publicado: 22/11/2016 15h54 última modificação: 23/11/2016 15h10
Foto: Marcos Corrêa/PR Temer se reuniu com o governador de Rondônia e parlamentares do estado

Temer se reuniu com o governador de Rondônia e parlamentares do estado

O presidente da República, Michel Temer, determinou, nesta terça-feira (22), a criação de um grupo de trabalho para estudar a transferência de terras da União para o estado de Rondônia. Evitar conflitos ao acelerar a regularização fundiária na região é o principal objetivo do estudo.

Segundo o governador de Rondônia, Confúcio Moura, existem atualmente 90 mil propriedades aguardando regularização no estado. Na reunião, que contou com a presença de parlamentares de Rondônia, o governador disse querer colaborar na regularização de lotes. Para isso ocorrer, pediu a transferência de terras sob domínio da União.

A demora na regularização, na visão de Moura, gera instabilidade, insegurança e conflitos de vizinhança. “Queremos que essas terras tenham uma destinação justa, que regularize as pessoas que estão lá, mansa e pacificamente, há 30 anos, 40 anos", afirmou.

Novo marco regulatório

Durante a reunião também foi discutida uma medida provisória em estudo pelo governo para acelerar o processo de titulação de lotes de reforma agrária. A estimativa do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) é entregar 70 mil títulos em 2017 com a mudança na legislação.

“Praticamente há seis anos, a titulação definitiva de levantamentos deixou de ser feita. O presidente Michel Temer colocou isso como prioridade no sentido de dar segurança jurídica para as pessoas que estão produzindo nos assentamentos e fora deles”, afirmou o presidente do Incra, Leonardo Góes Silva.

Segundo o senador Valdir Raupp (PMDB-RO), o novo marco regulatório deve possibilitar a regularização de 40 mil lotes nos próximos dois anos. “Nós temos a possibilidade de fazer para Rondônia nos próximos dois anos mais do que foi feito nos últimos 20 anos”, disse.

Foto: Portal Planalto

registrado em: , ,
Assunto(s): Reforma agrária