Notícia

Equilíbrio de contas

Governo espera votação expressiva do teto dos gastos no Senado

publicado: 28/11/2016 18h17, última modificação: 26/02/2018 12h28
De acordo com líder do governo na Casa, senadores estão convictos da necessidade não gastar mais do que se arrecada
Governo espera votação expressiva do teto dos gastos no Senado

Votação da PEC do teto está prevista para ocorrer nesta terça (29) - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do teto dos gastos deve ser aprovada por uma maioria expressiva amanhã no Senado, afirmou o líder do governo na Casa, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). Para ele, os senadores têm a convicção de que o governo não pode gastar mais do que arrecada.

Responsável pela articulação governista no Senado, Ferreira participou de uma reunião de líderes aliados com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto. Na visão do líder do governo, há uma constatação de que não é possível gastar mais do que se arrecada.  "Quando se gasta mais do que se tem, o resultado é dívida, é ruína financeira”,  afirmou.

Para o senador, as reformas promovidas pelo governo buscam garantir recursos para políticas públicas. “Não adianta você ter uma verba no papel, mas não tem dinheiro para você executar essa verba”, disse.

Neste cenário, ele ressaltou que a PEC garante mais recursos para a saúde e educação. Além disso, segundo Ferreira, o Congresso terá autonomia de preservar mais recursos para essas áreas, desde que observe o teto global de gastos. 

Fonte: Portal Planalto