Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Temer visita Argentina para retomar fluxos de comércio e de investimentos

Notícia

Temer visita Argentina para retomar fluxos de comércio e de investimentos

Intercâmbio comercial

Encontro com presidente Mauricio Macri acontece nesta segunda (3) e pretende consolidar a relação econômica entre os dois países
por Portal Planalto publicado: 01/10/2016 13h33 última modificação: 03/10/2016 15h43
Foto: Rogério Melo/PR “Há um clima de entusiasmo e confiança entre Brasil e Argentina, diz embaixador brasileiro na Argentina, Sérgio França Danese

“Há um clima de entusiasmo e confiança entre Brasil e Argentina, diz embaixador brasileiro na Argentina, Sérgio França Danese

O presidente da República, Michel Temer, realiza visita oficial à Argentina nesta segunda-feira (3), onde terá reunião de trabalho com o presidente da Argentina, Mauricio Macri. O encontro pretende consolidar a determinação dos dois governos de promover a retomada dos fluxos de comércio e de investimentos.

Para o embaixador do Brasil na Argentina, Sérgio França Danese, há um clima de entusiasmo e de confiança crescente entre os dois países em virtude da recuperação das respectivas economias. “Já começamos a ampliar muito as relações com a retomada de vários mecanismos de diálogo e de coordenação que estavam parados anteriormente, e que já foram reativados”, disse Danese em entrevista concedida ao Portal Planalto.

O Brasil é o principal destino das exportações argentinas e o principal fornecedor de produtos para o país vizinho. Em 2015, o intercâmbio comercial bilateral somou mais de US$ 23 bilhões. Porém, em 2011, o comércio entre os dois países foi de quase US$ 40 bilhões. Para o embaixador, o cenário é favorável para que o comércio bilateral, caracterizado por elevada participação de produtos de alto valor agregado, volte a esses patamares em razão do ajuste fiscal promovido pelo presidente Temer na economia brasileira.

“As medidas que o presidente Temer vem tomando no plano interno são medidas para retomar confiança dos investidores e dos agentes econômicos. E isso vai certamente alimentar a corrente bilateral de comércio. (...) Eu acho que essa é uma tendência que, com a retomada da confiança e do crescimento nos dois países, vai se acentuar cada vez mais”.

Nos primeiros oito meses de 2016, o intercâmbio bilateral somou mais de US$ 14 bilhões. A previsão do embaixador é que o comércio bilateral termine este ano com um saldo maior do que 2015. A Argentina é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil.

A Argentina é um dos principais parceiros políticos e comerciais do Brasil. A visita ocorre no âmbito da celebração dos trinta anos da Ata para a Integração Brasileiro-Argentina, firmada em 29 de julho de 1986, e da Ata de Amizade Brasileiro-Argentina, firmada em 10 de dezembro de 1986, que contribuíram para a construção da aliança estratégica entre Brasil e Argentina.

Acordos bilaterais

De acordo com o embaixador Danese, há previsão de assinaturas de acordos bilaterais durante a reunião, além de uma declaração conjunta dos dois presidentes. Uma das ações visa eliminar barreiras e incentivar a atuação de micro e pequenas empresas na integração entre os países.

“Eles vão querer, com esses documentos, mostrar o caminho que estão determinando que os dois governos sigam para realizarem ações concretas no plano bilateral e nos diferentes âmbitos em que a relação se desenvolve”, disse Danese.

Temer visita Argentina para retomar fluxos de comércio e de investimentos

Fonte: Portal Planalto