Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Japão prevê “grande resultado” com viagem de Temer

Notícia

Presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Japão prevê “grande resultado” com viagem de Temer

Brasil no Japão

Segundo Luiz Nishimori, visita do presidente da República reforça intercâmbio comercial entre os dois países
por Portal Planalto publicado: 18/10/2016 10h51 última modificação: 18/10/2016 14h43
Foto: David Ribeiro / Câmara Notícias Presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Japão, deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), acompanha a viagem de Temer ao Japão

Presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Japão, deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), acompanha a viagem de Temer ao Japão

A visita do presidente da República, Michel Temer, ao Japão vai gerar um grande resultado no intercâmbio comercial entre os dois países. A previsão é do presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Japão, deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), que acompanha a viagem.

"Tenho certeza de que vai dar um grande resultado. Estamos agora plantando a semente e de novo, porque já tivemos um excelente relacionamento comercial entre Brasil e Japão, agora caiu um pouquinho, queremos recomeçar isso”, disse o deputado, em entrevista ao Portal do Planalto.

De acordo com Nishimori, os japoneses estão muito felizes com a visita do presidente da República brasileiro após 11 anos. Ele ressaltou que a comitiva presidencial leva ao país asiático ministros para promover investimentos em infraestrutura no Brasil, dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

O deputado brasileiro afirmou que o grupo parlamentar mantém uma amizade de 47 anos com os japoneses, o que já resultou em parcerias e investimentos no Brasil.

“Sempre digo que o melhor parceiro do Japão é o Brasil e, também para o lado do brasileiro, o melhor parceiro para o brasileiro é o japonês, porque temos muitos recursos naturais, temos aí recursos energéticos, brilhante agricultura, matéria-prima em abundância, e aqui temos altíssima tecnologia. Somando essa tecnologia com matéria-prima com certeza podemos fazer um bom trabalho”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto