Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Governadores pretendem apresentar proposta conjunta de reforma da Previdência

Notícia

Governadores pretendem apresentar proposta conjunta de reforma da Previdência

Apoio

Em reunião com o presidente, governadores de oito estados manifestaram apoio à proposta federal de ajustes na Previdência
por Portal Planalto publicado: 06/10/2016 14h28 última modificação: 06/10/2016 15h34
Foto: Reprodução/Portal Planalto Governador Raimundo Colombo (SC) destacou que o déficit da Previdência tem se agravando nos estados

Governador Raimundo Colombo (SC) destacou que o déficit da Previdência tem se agravando nos estados

Os governadores do Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Alagoas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Distrito Federal se reuniram nesta quinta-feira (6) com o presidente Michel Temer para discutir a construção de uma proposta conjunta de reforma da Previdência.

Em entrevista após o encontro, o governador catarinense, Raimundo Colombo, destacou que o déficit da Previdência tem se agravando nos estados e que é necessário correções para garantir as aposentadorias no futuro.

“A Previdência de todos os estados está entrando em colapso. O modelo está errado e é preciso ser corrigido. Então essa sintonia é fundamental para a gente fazer uma reforma que corrija o sistema e que tenha essa força política necessária para fazer uma mudança dessa importância e que é fundamental para o futuro do País", afirmou. "Ela vai proteger os aposentados e a Previdência pública do futuro do País, por isso é fundamental agir.”

O presidente recebeu com "muito otimismo" o movimento de colaboração, segundo Colombo. E disse que esse é o movimento de apoiar o governo federal. “Nós queremos nos associar e assumir as nossas responsabilidades das ações que precisam ser feitas”, disse.

Proposta conjunta

Uma outra reunião entre os governadores de todos os estados será realizada na próxima quinta-feira (13), em Brasília, para discussão de medidas de adequação das regras da Previdência. O resultado do encontro será apresentado ao governo federal com o objetivo de contribuir para a proposta final que será encaminhada ao Congresso Nacional.

Colombo ressaltou ainda que os governadores estão em sintonia com o governo federal no entendimento de que a reforma da Previdência é o principal instrumento para se combater o déficit fiscal no País. “Aumentar impostos é inibir o crescimento da economia. Por isso a posição correta é essa mesmo. Não aumentar impostos e corrigir o déficit público. E o maior componente hoje é, sem dúvida, a Previdência”, finalizou.

Fonte: Portal Planalto