Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Em jantar no Alvorada, deputados demonstram união para aprovar PEC dos gastos

Notícia

Em jantar no Alvorada, deputados demonstram união para aprovar PEC dos gastos

PEC 241

Cerca de 300 parlamentares se reuniram com o presidente para tratar da proposta, que será colocada em votação nesta segunda-feira. Medida é determinante para reorganizar a economia
por Portal Planalto publicado: 10/10/2016 00h54 última modificação: 10/10/2016 12h08
Foto: Beto Barata/PR Deputados da base aliada em jantar no Palácio da Alvorada

Deputados da base aliada em jantar no Palácio da Alvorada

Deputados da base aliada do governo se reuniram para um jantar com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio da Alvorada. No encontro, os parlamentares demonstraram apoio e disposição em aprovar a proposta que cria um limite para a expansão dos gastos públicos.

O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), explicou que o partido fechou a questão e todos os parlamentares votarão pela aprovação da PEC. “Dois deputados estão no exterior e não poderão votar, mas os 66 que já confirmaram presença votarão favoravelmente”, afirmou.

O PMDB, com 68 deputados, tem a maior bancada da Câmara. “Precisa ficar claro que não temos outra alternativa para recolocar a economia nos trilhos senão a aprovação da PEC 241, esse novo regime fiscal”, argumentou. “Tenho 100% de certeza na aprovação”, afirmou.

O líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), disse que o jantar mostra a união da base aliada. “É importante porque o governo mostra a unidade da base, e isso vai ser comprovado ainda mais amanhã [segunda-feira], quando aprovarmos a PEC”, afirmou. “Nossa base está coesa. Essa não é uma PEC do governo, essa é um PEC de todos nós brasileiros”, observou.

O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder do PP, disse ter convicção na aprovação da PEC e que o jantar foi, além de trabalho, um momento de celebrar a união da base aliada. “Temos o nosso presidente Michel Temer abrindo as portas do Alvorada. Muitos estão prestigiando esse evento e outros estarão conosco amanhã votando essa matéria importante”, afirmou.

Rogério Rosso (DF), líder do PSD, classificou a PEC como uma das mais importantes a ser analisada pelo Congresso na história recente. “É um novo conceito de ajuste fiscal, e esse jantar tem um simbolismo importante, de apoio do Congresso Nacional, da ampla maioria dos deputados, a essa proposta."

Para o deputado Pauderney Avelino (DEM-RJ), a aprovação da PEC é fundamental para o Estado brasileiro. “Tenho certeza que ela poderá se tornar uma cultura na administração pública brasileira”, afirmou. “Vamos votar essa matéria em primeiro turno. Vamos fazer com que nosso País tenha credibilidade”, disse.

Fonte: Portal Planalto