Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Brasil está construindo regras estáveis para a retomada do crescimento, diz presidente da Firjan

Notícia

Brasil está construindo regras estáveis para a retomada do crescimento, diz presidente da Firjan

Brasil no BRICS

Dirigente da Federação das Indústrias do estado do Rio de Janeiro destaca as características e perspectivas do novo Brasil após retomada da confiança
publicado: 15/10/2016 13h59 última modificação: 16/10/2016 13h38
Reprodução/Portal Planalto Para Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, presidente da Firjan, investidores devem ver o Brasil como um pais estável e democrático

Para Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, presidente da Firjan, investidores devem ver o Brasil como um pais estável e democrático

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, afirmou que o Brasil está em fase de renovação e que precisa atrair investimentos ao País para a retomada do crescimento econômico. 

A afirmação foi feita após almoço oferecido pela entidade, em Goa, na Índia, que contou com a presença do presidente Michel Temer.

“O assunto do encontro foi no sentido de incentivo e, também, para ratificar o apoio da linha mestra que o governo está tendo a coragem de levar adiante. A prova foi a aprovação, nesta semana, da primeira votação do teto. Nós estamos reconstruindo o País e precisamos estar juntos”, declarou o dirigente da Firjan.

Estabilização da Economia

A série de encontros bilaterais que o governo e empresários brasileiros estão realizando nos EUA, Europa e Ásia é uma etapa importante no processo de retomada de confiança dos investidores estrangeiros, avalia Gouvêa Vieira.

“Fizemos coisas parecidas em Shangai recentemente, estamos aqui na Índia, vamos para Tóquio para mostrar como o Brasil mudou, que o Brasil precisa ser inserido no mundo, que o Brasil está construindo regras estáveis, e que nós precisamos dos investidores estrangeiros para o nosso desenvolvimento“, enfatizou.

PPI

O Programa de Parceria de Investimentos (PPI), criado pelo governo para ampliar e fortalecer a relação entre o Estado e a iniciativa privada, também vem sendo apresentado a investidores estrangeiros.

O objetivo principal é gerar empregos e crescimento para o País por meio de novos investimentos em projetos de infraestrutura e de desestatização.

"Nós temos um programa importante de infraestrutura através de concessões. Os concessionários precisam entender que o Brasil mudou e que o Brasil não quer tutelar, que evidentemente entender o Brasil como um país estável e democrático", ressaltou o presidente da Firjan.

Fonte: Portal Planalto