Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Brasil e Paraguai assinam projeto de fortalecimento de conectividade

Notícia

Brasil e Paraguai assinam projeto de fortalecimento de conectividade

Diplomacia

O objetivo é criar grupo técnico que aprofundará as consultas com vistas à promoção da interconexão das redes públicas nacionais de banda larga
por Portal Planalto publicado: 03/10/2016 22h14 última modificação: 04/10/2016 12h39
Foto: Divulgação/Portal Planalto Chanceleres do Paraguai e do Brasil fazem declaração à imprensa nesta segunda (3)

Chanceleres do Paraguai e do Brasil fazem declaração à imprensa nesta segunda (3)

Os governos do Brasil e do Paraguai assinaram, nesta segunda-feira (3), memorando de entendimento para  a implementação do projeto "Fortalecimento da conectividade". O objetivo é criar grupo técnico que aprofundará as consultas com vistas à promoção da interconexão das redes públicas nacionais de banda larga.

O memorando foi assinado entre ministro das Relações Exteriores, José Serra, e o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga.

Em declaração à imprensa após o encontro entre os chanceleres, Loizaga destacou que a visita da comitiva presidencial brasileira foi importante para "se realçar as excelentes relações diplomáticas, politicas, econômicas e culturais com o Brasil". O chanceler paraguaio também afirmou que o encontro foi relevante para  reforçar o "entendimento e a busca por um complementação e cooperação nos campos que consideramos muito importantes".

O ministro José Serra listou alguns dos principais  temas tratados em encontro diplomático, como formas de facilitar o comércio entre os países do Mercosul, como o alinhamento entre legislações dos membros do bloco. Citou como exemplo o entendimento necessário sobre as questões fitossanitárias ou técnicas entre as nações parceiras. "Também abrimos a possibilidade de exportação no que se refere a micro e pequenas empresas e a maior participação da Argentina e do Paraguai de atuar conjuntamente nesse setor."

Serra também mencionou futura reunião marcada para o dia 8 de novembro entre membros do Mercosul para discutir o combate aos crimes interfronteiriços, como o tráfico de drogas, de armas, de mercadorias.

Fonte: Portal Planalto