Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Brasil avança no diálogo por acordo automotivo com Paraguai, diz Marcos Pereira

Notícia

Brasil avança no diálogo por acordo automotivo com Paraguai, diz Marcos Pereira

Acordo Automotivo

Ministro pretende fechar um acordo, ainda este ano, de importação e exportação de veículos com o Paraguai
por Portal Planalto publicado: 04/10/2016 13h14 última modificação: 05/10/2016 12h13
Foto: Isac Nóbrega/PR O ministro Marcos Pereira participou da Reunião do Fórum Nacional de Desenvolvimento Produtivo

O ministro Marcos Pereira participou da Reunião do Fórum Nacional de Desenvolvimento Produtivo

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou, nesta terça-feira (4), que o Brasil avança no diálogo para tentar fechar, ainda este ano, um acordo automotivo com o Paraguai. Ao participar da Reunião do Fórum Nacional de Desenvolvimento Produtivo, no Palácio do Planalto, Pereira avaliou de forma positiva a viagem do presidente Michel Temer à Argentina e ao Paraguai.

“Estamos avançando no diálogo com o ministro Gustavo Leite, que é o ministro da Indústria do Paraguai, para tentarmos, ainda neste ano, fechar um acordo automotivo, um acordo de importação e exportação de veículos, facilitando como já existe hoje há algum tempo com a Argentina”, disse Pereira, que acompanhou a comitiva presidencial nos dois países.

Na Argentina, Marcos Pereira assinou dois memorandos de entendimento com o ministro da Produção do país vizinho, Francisco Cabrera, para facilitar o comércio entre micro, pequenas e médias empresas entre os dois países.

“Assinei dois memorandos de entendimento (…) para que possamos melhorar e facilitar as exportações para as micro, pequenas e médias empresas e também para melhorar o diálogo da relação de comércio exterior com a Argentina”, disse.

De acordo com o ministério, de janeiro a setembro deste ano, as exportações brasileiras para a Argentina cresceram 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado, US$ 9,9 bilhões contra US$ 9,8 bilhões. O país ocupa o terceiro destino das vendas externas do Brasil no acumulado do ano.

“Argentina é nosso terceiro maior parceiro comercial, atrás da China e dos EUA, é o primeiro exportador de veículos do setor automotivo do Brasil. Tenho certeza que na conclusão desses memorandos de entendimento, o ambiente de negócios de importação e exportação entre Brasil e Argentina vai avançar”, concluiu o ministro.

Fonte: Portal Planalto