Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 10 > Brasil assinará acordos de cooperação em viagem à Ásia

Notícia

Brasil assinará acordos de cooperação em viagem à Ásia

Relações internacionais

Presidente Michel Temer embarca para o continente asiático na madrugada da próxima sexta-feira (14)
publicado: 11/10/2016 20h43 última modificação: 07/11/2016 16h23
Foto: Beto Barata/PR À imprensa, portal-voz da Presidência, Alexandre Parola, detalhou agenda programada para visita à Ásia

À imprensa, portal-voz da Presidência, Alexandre Parola, detalhou agenda programada para visita à Ásia

Entre os dias 14 e 20 de outubro, o presidente da República, Michel Temer, participará da 8ª Cúpula do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), fará visita de caráter bilateral à Índia, além de viagem oficial ao Japão  a primeira de um chefe de Estado brasileiro em onze anos.

No encontro do BRICS, na cidade indiana de Goa, entre os dias 15 e 16 de outubro, o presidente Michel Temer terá a oportunidade de mostrar que o novo Brasil em construção tem renovadas oportunidades de investimento e recuperação da credibilidade, segundo informou o porta-voz da presidência da República, Alexandre Parola, em briefing concedido à imprensa.

Parola falou sobre os acordos de cooperação que serão assinados entre os países membros do grupo, que representa cerca de 40% da população mundial. "Em Goa, nossa parceria será reforçada. Assinaremos acordos em cooperação alfandegária, em pesquisa agrícola, em cooperação ambiental. Será igualmente firmado um memorando para cooperação entre as academias diplomáticas dos cinco países", explicou.

O porta-voz anunciou também que o presidente Michel Temer participará também de reunião do BRICS com os líderes dos países da Baía de Bengala, que além da Índia inclui Bangladesh, Butão, Mianmar, Nepal, Srilanlka e Tailândia.

Ainda na Índia, o Brasil vai relançar, segundo informou Alexandre Parola, parceria estratégica com o país. "Brasil e Índia são grandes democracias que têm sido capazes de se transformar e se modernizar. Hoje a Índia ostenta níveis elevados de crescimento econômico. No momento em que o Brasil busca voltar aos trilhos do crescimento sustentável e da geração de empregos, a Índia é um parceiro natural ao qual nos voltamos com ênfase redobrada", disse o porta-voz.

Michel Temer terá encontro bilateral com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e com empresários, quando serão examinadas oportunidades de investimento e de comércio.

A Índia é um dos principais parceiros comerciais do Brasil na Ásia, além de ser o único país cofundador e integrante de todos os agrupamentos extrarregionais globais de que o Brasil participa (BRICS, IBAS, G-4, G-20 comercial, G-20 financeiro e BASIC). A visita ocorre no contexto da celebração dos dez anos da Parceria Estratégica indo-brasileira, firmada em 2006.

O Brasil é o principal parceiro comercial da Índia na América Latina. Em 2015, o intercâmbio comercial bilateral foi de US$ 7,9 bilhões, após atingir volume recorde de US$ 11,42 bilhões em 2014.

Japão

No dia 18, o presidente Temer segue para o Japão. Ele chega a Tóquio para visita oficial com objetivo de ampliar a diplomacia entre os dois países. Será a primeira visita de um chefe de Estado brasileiro ao Japão em onze anos.

No dia 19, o presidente brasileiro será recebido pelo Imperador Akihito; terá encontro de trabalho com o primeiro-ministro japonês, Shinzō Abe, e com empresários. Segundo o porta-voz Alexandre Parola, serão apresentadas as oportunidades abertas pelo Programa de Parceria de Investimentos (PPI). O Brasil abriga a maior comunidade de nipo-descendentes do mundo, enquanto que, no japão, vivem atualmente quase 180 mil brasileiros.

O presidente Michel Temer retorna ao Brasil na manhã do dia 20 de outubro.

Fonte: Portal Planalto, com informações do Ministério das Relações Exteriores