Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 09 > Visita à China abre oportunidades para exportações brasileiras

Notícia

Visita à China abre oportunidades para exportações brasileiras

Relações internacionais

Presidente Michel Temer apresentou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) em encontro com líderes estrangeiros e também discutiu maior abertura para exportações brasileiras
por Portal Planalto publicado: 09/09/2016 21h09 última modificação: 12/09/2016 15h20
Foto: Beto Barata/PR Presidente Michel Temer durante coletiva de imprensa, na cidade de Hangzhou (China)

Presidente Michel Temer durante coletiva de imprensa, na cidade de Hangzhou (China)

A viagem do presidente Michel Temer à China resultou no fechamento de diversos acordos e negócios entre os dois países e na divulgação de oportunidades de investimento em infraestrutura no Brasil. Na mesmo ocasião, o presidente discutiu também o avanço nas relações comerciais em encontros bilaterais com Japão, Espanha, Emirados Árabes e Itália, além da própria China.

Na primeira etapa da viagem, Temer participou em Xangai do Seminário Empresarial de Alto Nível Brasil-China. Aos empresários e investidores participantes, o presidente destacou as parcerias feitas pelo governo brasileiro que assegurarão a execução, pelo setor privado, de empreendimentos públicos de infraestrutura no Brasil em valores que podem ultrapassar de US$ 100 bilhões.

Falou também sobre as oportunidades geradas pelo agronegócio, em razão do alto padrão de excelência dos produtos agropecuários brasileiros, e ressaltou o interesse do empresariado brasileiro em fazer uma aliança sólida com a China.

No encontro foram fechados novos acordos e negociações. Entre eles, a Embraer assinou a venda de sete aeronaves para companhias chinesas. A empresa chinesa State Grid assinou acordo para comprar fatia de 23% da participação da Camargo Correa na CPFL Energia, numa transação estimada em US$ 1,83 bilhão.

O grupo WTorre formalizou um acordo com a China Communications and Construction Company International (CCCC) para um investimento de R$ 1,5 bilhão em um terminal multicargas na região de São Luís (MA). Também foi assinado um investimento de US$ 3 bilhões entre o governo do Maranhão e a empresa CBSteel para a construção de uma siderurgia na cidade de Bacabeira. A iniciativa deve gerar em torno de 5 mil empregos.

Relações bilaterais

China

Em Hangzhou, paralelamente à Cúpula do G20, Michel Temer apresentou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) nos encontros bilaterais que realizou. O programa vem sendo preparado para tornar o processo de concessões e privatizações mais transparente e atraente para investidores estrangeiros. O presidente também tratou de temas específicos com cada país.

No encontro com o presidente chinês, Xi Jinping, Temer pediu mais rapidez na abertura do mercado para os setores agrícolas brasileiros. Por sua vez, o líder chinês garantiu que pretende intensificar as relações comerciais e reafirmou sua confiança na estabilidade política e recuperação econômica brasileira. Ele convidou o presidente Temer a fazer uma visita de Estado à China.

Itália

Ao se reunir com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, Temer reiterou o interesse do Brasil na venda para a Itália do supercargueiro da Embraer, o KC-390. Aproveitou ainda para agradecer o apoio daquele país ao acordo Mercosul-União Europeia. Renzi propôs a realização de uma missão de 300 empresários italianos ao Brasil.

Japão

Com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, Temer falou sobre o interesse brasileiro em exportar carnes e frutas, bem como outros produtos agropecuários. Ainda foi tema do encontro o estreitamento da cooperação bilateral nas áreas de educação, ciência, tecnologia e inovação. O primeiro-ministro declarou que "o Japão está pronto e esperançoso para cooperar com o Brasil" e convidou o presidente para uma visita oficial.

Espanha

Ao se reunir com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, Temer também tratou sobre o fortalecimento das relações comerciais bilaterais e manifestou o interesse em atrair ainda mais os investidores do país europeu. Ao término do encontro, Rajoy convidou o presidente para visitar a Espanha e recebeu em contrapartida convite para visitar o Brasil.

Arábia Saudita

Ao vice-primeiro-ministro da Arábia Saudita, príncipe Mohammad bin Salman Al Saud, Michel Temer destacou o interesse brasileiro em exportar produtos agropecuários e em fornecer material de defesa, a exemplo do KC-390. O saudita pontuou que há grandes oportunidades de negócios a serem desenvolvidas e convidou o governo brasileiro a realizar visita ao seu país. Uma missão técnica brasileira deve ir ao país árabe em data a ser definida.

Fonte: Portal Planalto