Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 09 > Secretário do Tesouro dos EUA expressa admiração com ritmo da retomada do Brasil

Notícia

Secretário do Tesouro dos EUA expressa admiração com ritmo da retomada do Brasil

Relações Internacionais

Jacob J. Lew destaca que EUA têm interesse prioritário em aprofundar relações com o Brasil nos campos financeiro e comercial
por Portal Planalto publicado: 03/09/2016 13h10 última modificação: 05/09/2016 13h11

Em visita à China para participar da Cúpula do G20, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reuniu-se, neste sábado (3), com o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jacob J. Lew. No encontro, o americano expressou admiração pela recuperação da confiança no Brasil em um curto espaço de tempo como resultado do ajuste fiscal.

De acodo com Meirelles, o secretário dos EUA elogiou a iniciativa do governo em tentar fazer com que medidas de segurança econômica sejam constitucionais, o que garante mais segurança e transparência para a sociedade e para os investidores.

O ministro pontuou que, ao contrário do que muitas vezes ocorre no Brasil, a visão internacional é de que os ajustes estão sendo realizados rapidamente, inclusive com mudanças na legislação nacional.

Jacob J. Lew fez sua avaliação após ouvir do ministro da Fazenda detalhes sobre a melhoria dos índices econômicos do Brasil. Após demonstrar as causas pelas quais o Brasil entrou em recessão nos últimos anos, Meirelles descreveu as medidas do ajuste fiscal, um dos pilares para resgatar o nível de confiança do setor privado.

O secretário americano enfatizou que os Estados Unidos têm interesse prioritário em aprofundar as relações com o Brasil nos campos financeiro e comercial, sobretudo neste momento em que a queda do risco país tem sido “muito forte”.

“O Brasil é um parceiro da maior importância, e os Estados Unidos estão acompanhando com muita atenção o que está acontecendo no País e têm interesse de que as coisas caminhem da melhor maneira possível”, ressaltou Meirelles.

Fonte: Portal Planalto