Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 09 > Queremos investir mais no Brasil, diz presidente de petroleira da Noruega

Notícia

Queremos investir mais no Brasil, diz presidente de petroleira da Noruega

Negócios

Eldar Saetre, da Statoil, foi recebido pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (8) e afirmou que companhia quer aumentar o nível de investimentos no Brasil
publicado: 08/09/2016 17h52 última modificação: 09/09/2016 10h03

Recebido pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (8), o presidente executivo da petroleira norueguesa Statoil, Eldar Saetre, disse em entrevista exclusiva ao Portal Planalto que a companhia quer aumentar o nível de investimentos no Brasil.

“Queremos ampliar nossos negócios e investir mais no Brasil. Foi muito bom conversar com o presidente sobre as perspectivas futuras para a nossa indústria e para o investimento no Brasil”, relatou Saetre, após reunião no gabinete presidencial.

Em julho, a Statoil anunciou a compra de 66% da participação da Petrobras no campo de Carcará, na Bacia de Santos, por US$ 2,5 bilhões. O negócio ainda depende da aprovação de órgãos reguladores.

“Estamos também desenvolvendo um projeto no Brasil que estará em produção em 2020 e temos outras oportunidades nas quais estamos trabalhando”, explicou.

Produção de petróleo no Brasil

Há 15 anos no Brasil, a Statoil produz atualmente cerca de 100 mil barris de petróleo por dia. A companhia é responsável por 1 mil empregos no País. “Temos um memorando de entendimentos com a Petrobras de que queremos explorar muitas áreas e desenvolvimento de gás é um deles”, afirmou.

Saetre ainda ponderou que mudanças na legislação brasileira seriam positivas caso permitam uma maior participação de empresas estrangeiras na produção de petróleo.

“Podem atrair mais investimentos, não só da Statoil, para o Brasil”, observou. “Ter sustentabilidade, previsibilidade e regras claras é muito importante para o desenvolvimento da indústria no Brasil”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto, com informações da Statoil