Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 09 > Controle das contas públicas é condição para País voltar a crescer

Notícia

Controle das contas públicas é condição para País voltar a crescer

Controle fiscal

Em entrevista ao Portal Planalto, um ministro, dois secretários do Ministério da Fazenda e um economista do setor privado explicam por que é importante mudar a gestão fiscal do País
por Portal Planalto publicado: 05/09/2016 17h02 última modificação: 05/09/2016 18h23
Marcos Santos/USP Imagens Em vídeo, integrantes do governo explicam a importância da mudança do modelo de gestão fiscal do País

Em vídeo, integrantes do governo explicam a importância da mudança do modelo de gestão fiscal do País

As condições fiscais do Brasil estão diretamente ligadas à capacidade do País em gerar riqueza, o que quer dizer que, para crescer, é preciso, primeiro, organizar as contas públicas. Diante desse diagnóstico, o governo apresentou medidas que vão promover mudanças estruturais.

O ministro-interino do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, explica que a proposta de Orçamento para 2017 é um marco para as contas públicas, que passaram a ser mais transparentes e realistas.

A proposta de Orçamento que foi apresentada na semana passada contempla toda essa nova filosofia fiscal e vem na esteira de uma série de medidas importantes para o País, como a que cria um limite para a expansão dos gastos públicos.

Oliveira e outros integrantes do governo, assim como o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, e a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, explicam, em vídeo, a importância das medidas que foram propostas e de outras que estão em desenvolvimento. Um economista do setor privado, Alexandre Cabral, professor de finanças, também explica a importância de um governo equilibrar as contas públicas e como uma gestão fiscal eficiente, por parte de um governo, pode ajudar a baratear o custo de financiamentos para as pessoas físicas.

Retomada da economia

Com a mudança estrutural na forma como as contas públicas serão geridas a partir de agora, a perspectiva é de recuperação fiscal ao longo dos próximos anos e de uma retomada da economia já a partir de 2017.

Os parâmetros usados para o Orçamento do próximo ano, assim como exercícios realizados pela equipe econômica que projetam as condições fiscais mais à frente, mostram como essa consolidação da gestão fiscal é determinante para o País.

Confira o cenário projetado para os próximos anos

Confira as entrevistas:

Dyogo: "Orçamento 2017 marca nova era para a gestão fiscal"

Guardia: "Orçamento é realista e foi construído sem aumento de impostos"

Tesouro: "Limite para expansão dos gastos cria condições para crescimento"

Secretária do Tesouro diz que mudar regras da Previdência é garantir direitos

Entenda a importância das contas públicas para a economia

Fontes: Portal Planalto, com informações dos Ministérios do Planejamento e da Fazenda